Nando Gross

O Retorno do Futebol Gaúcho – Por que o Beira-Rio ficará pronto antes da Arena?

Change Size Text
O Retorno do Futebol Gaúcho – Por que o Beira-Rio ficará pronto antes da Arena? Fotos: divugação Inter e Grêmio

O futebol gaúcho retomou suas atividades após a tragédia climática no Rio Grande do Sul. Porto Alegre, agora sem aeroporto, rodoviária e estádio, forçou ambos os clubes a buscar alternativas logísticas. Enquanto o Internacional optou pelo interior paulista e por três estádios diferentes como locais de jogo, o Grêmio escolheu Curitiba, especificamente o Estádio Couto Pereira. Essa decisão provou ser acertada, considerando especialmente a atmosfera de “caldeirão” que os torcedores gremistas conseguiram criar no estádio emprestado. Com mais de 23 mil torcedores presentes, essa escolha estratégica não apenas proporcionou uma atmosfera favorável, mas também refletiu uma compreensão profunda do clube e de seu torcedor por parte do técnico Renato, que optou por uma cidade com muitos gaúchos e uma proximidade maior com o Rio Grande do Sul.

O Internacional fez uma escolha por jogar em Barueri, em um estádio de difícil acesso e que não coloca mais de 10 mil torcedores em jogos do Palmeiras, por exemplo, quando atua por lá. O resultado foi a presença de pouco mais de 4 mil torcedores para assistirem Inter e Belgrano. No jogo, apesar de dominar a partida, em outra falha crucial de Renê, resultou o gol de empate do Belgrano e a queda emocional da equipe, refletindo um padrão já observado desde a eliminação no Campeonato Gaúcho.

Publicidade

Já o Grêmio goleou o The Strongest por 4 a 0, ignorando completamente quaisquer preocupações relacionadas à falta de ritmo ou abalo emocional. A escolha estratégia do estádio e da cidade para treinos e jogos pareceu contribuir significativamente para esse sucesso.

Mas ainda tem muito pela frente, a diretoria colorada divulgou nota onde coloca para agosto a previsão de retorno ao estádio Beira-Rio, enquanto o Grêmio não sabe nem se ainda jogará na Arena nesta temporada. A maratona de jogos é terrível e a distância de casa sempre é motivo de preocupação.

O Inter terá seu estádio pronto antes por uma razão muito simples, porque fica localizado na Praia de Belas, próximo ao Menino Deus, enquanto o estádio do Grêmio está na região do Humaitá, na Vila Farrapos, local historicamente esquecido pelo poder público. Basta ver a situação de hoje desses dois bairros e a atenção dada pela prefeitura para eles, com isso será fácil entender a diferença no prazo de retorno de Grêmio e Inter aos seus estádios.

RELACIONADAS

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.