Matinal News

Bancada governista bloqueia nova pluralidade da Câmara

Change Size Text
Bancada governista bloqueia nova pluralidade da Câmara Bancada de oposição deixou o plenário antes que terminasse a primeira sessão do ano (crédito: Leonardo Contursi/CMPA)

Atual Mesa Diretora compromete renovação da Câmara conquistada nas urnas

Celebrado como mais jovem, mais plural e mais feminino do que no mandato anterior, o parlamento porto-alegrense empossado em 1º de janeiro já deu sinais de que a oposição não terá vida fácil na 18ª Legislatura da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. A divergência na compreensão do regimento da Casa quanto à proporcionalidade dos partidos nos cargos da Mesa Diretora e das comissões dá o tom de como será o clima nos próximos quatro anos. 

Na Mesa Diretora, há somente parlamentares experientes — o presidente, Márcio Bins Ely (PDT), está no quinto mandato — e todos são da base governista. Nenhuma das comissões é liderada por parlamentares oposicionistas. Assim, o prefeito Sebastião Melo (MDB) não deve ter dificuldades em aprovar projetos encaminhados pelo Executivo, o que já se verificou na aprovação da nova estrutura administrativa. 

Na reportagem que encerra a série sobre o Legislativo produzida pela Afonte Jornalismo de Dados, especialistas observam que a bancada oposicionista precisará do apoio popular e de grande habilidade de negociação para lidar com futuros conflitos e fazer valer a pluralidade conquistadas nas urnas.

Leia a reportagem completa


O que mais você precisa saber

RS pode começar a vacinar contra a Covid-19 no dia 23 – A Secretaria Estadual da Saúde espera a chegada das primeiras doses da vacina contra o coronavírus ao Rio Grande do Sul para a próxima quarta-feira, dia seguinte a um evento que o Ministério da Saúde deve realizar para marcar o início da campanha. A partir de então, em razão da logística, dentro de três dias as doses deverão estar distribuídas proporcionalmente às coordenadorias regionais no RS para dar o início ao processo – que, na melhor das hipóteses, iniciaria no RS no sábado, dia 23. Os primeiros a receberem a imunização deverão ser profissionais de saúde, além de pessoas que trabalham em Unidades de Tratamento Intensivo, centros de triagem e no Samu. “Se tivermos mais doses, olharemos para idosos de instituições de longa permanência”, disse a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.

Começa hoje mutirão para remover famílias da Vila Nazaré – A prefeitura de Porto Alegre começa hoje um mutirão na tentativa de garantir que sejam removidas as famílias da Vila Nazaré, ação necessária para dar continuidade à ampliação da pista do Aeroporto Salgado Filho. A obra precisa começar até março para honrar o contrato entre a Fraport, administradora do aeroporto da Capital, e a União. Das 111 famílias que vivem no local, apenas 41 delas já estão aptas para sair. O foco do trabalho da prefeitura é resolver pendências relacionadas aos outros moradores. A partir das 9h30, esse público será atendido em um contêiner instalado próximo à entrada pela Avenida Sertório. São 70 famílias das quais 26 carecem de documentação, 15 tiveram a transferência recusada por não se enquadrarem nos critérios estabelecidos pelo poder público (como renda) e 29 não querem deixar o local. Também ainda estão pendentes as transferências de 66 famílias que residem na Vila Pepino, vizinha à Nazaré.

Serviços no RS têm a sétima alta consecutiva – O setor de serviços no Rio Grande do Sul avançou 3,2% em novembro de 2020 se comparado com o mês imediatamente anterior. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), essa alta representa a sétima consecutiva para o Estado, que segue uma recuperação identificada na maioria das unidades da federação. O aumento ficou acima da média nacional, que teve alta de 2,6%. Ainda assim, no acumulado dos últimos 12 meses, o RS apresentou uma queda de 12,1%. Além disso, o Estado está entre os territórios que tiveram influência negativa no resultado do País, com um índice de -6,9% abaixo da média no período. São Paulo (-3,8%), Rio de Janeiro (-7,9%), Distrito Federal (-18,6%) e Paraná (-8,6%) acompanharam a tendência de queda.


Outros links:


Cultura

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

Nascida em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Gautier Lee encontrou sua verdadeira paixão em Porto Alegre. Quando vivia em solo fluminense, a cineasta negra percebeu que gravar os ensaios do curso de teatro que frequentava não lhe satisfazia mais. Aos 17 anos se deu conta de que estava desenvolvendo um amor pelo audiovisual ao passar horas da madrugada editando o material que havia capturado. A partir daí, o interesse pelo curso de Produção Audiovisual a trouxe para PUCRS e a deixou mais perto do cinema. Na faculdade, o foco era estudar montagem, edição e buscar a especialização em roteiros, mas essas matérias só foram paradas obrigatórias antes da ascensão meteórica como artista e roteirista. Fundadora do Coletivo Macumba Lab, que reúne profissionais negros e negras do audio visual no Rio Grande do Sul, Gautier Lee começou a acumular vitórias ao vencer o Cabíria Prêmio de Roteiro, com o piloto da série “PMS: Posto Motherhood Sisters”. A rota ascendente seguiu com a presença na semifinal do Frapa, mas em 2020 o trabalho de Gautier foi apresentado ao mundo com o longa “Love 101”, que lhe rendeu a seleção para o curso “Crafting Your Short Film” do Sundance Institute. A coroação veio com o projeto sitcom Telas Pretas, que alcançou o primeiro lugar na Gira de projetos Zózimo Bulbul.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.