Matinal News

Economia com transferência de biblioteca da Smam é inferior à informada pela prefeitura

Change Size Text
Economia com transferência de biblioteca da Smam é inferior à informada pela prefeitura Biblioteca conta com acervo que é referência no País em temas ambientais. Foto: SMAMS/PMPA

Economia com transferência de biblioteca da Smam é inferior à informada pela prefeitura

Um contrato disponível no portal da Transparência da prefeitura desmente a versão dada pelo secretário municipal de Meio Ambiente Germano Bremm de que a transferência da biblioteca da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus, antiga Smam) para o Parque Germânia vai economizar 150 mil reais aos cofres municipais.

Essa é a informação oficial fornecida pela pasta para justificar o deslocamento da histórica coleção de livros, CDs e documentos dedicados à memória ambiental de Porto Alegre para um local longe do corpo técnico que o consulta. Mas, na realidade, o contrato de aluguel informa que são 66 mil reais por três andares, apenas um deles usado pela pasta. 

A notícia da transferência do acervo para dar lugar ao Escritório de Licenciamento da Prefeitura foi publicada pelo Matinal Jornalismo na sexta-feira e gerou mobilização. A Frente Parlamentar de Incentivo ao Livro e à Leitura, que congrega deputados estaduais, convocou uma reunião virtual para hoje, às 16h, para debater o assunto.

Leia a reportagem completa


O que mais você precisa saber

Vacinação é ampliada a demais idosos – Depois de vacinar pessoas em asilos ou acamados em Porto Alegre, começa agora a vacinação dos demais idosos da cidade. Nesta quarta será o dia da aplicação de doses da CoronaVac em quem tem 90 anos ou mais; quinta é para o público a partir de 87; e sexta inicia a campanha para quem tem 85 anos ou mais. A aplicação ocorrerá em dez Unidades Basicas de Saúde. Para receber o imunizante, é preciso comparecer ao posto de saúde com documento de identidade e comprovante de residência em Porto Alegre. A Prefeitura ainda vai organizar dois pontos de drive-thru para o sábado em locais a serem conhecidos na quinta. Das cerca de 35 mil doses que a cidade recebeu na remessa mais recente do Ministério da Saúde, mais de 22 mil serão administradas em pessoas com idade mais avançada. Iniciada há três semanas, a campanha de vacinação imunizou até ontem 63,3 mil pessoas em Porto Alegre, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. Desde o início da pandemia, só a Capital registrou quase 91 mil casos de Covid-19, que estão relacionados a 2.208 óbitos. 

Porto Alegre apresenta protocolos sanitários para volta às aulas presenciais  – Mesmo ainda sem retrocesso consistente da contaminação pelo coronavírus, Porto Alegre irá apresentar hoje os protocolos sanitários para a volta às aulas presenciais, prevista para ocorrer em 22 de fevereiro. A secretária de Educação Janaina Audino relatou que uma das medidas será a publicação de um boletim semanal à população – algo que a gestão Marchezan havia adotado. O Executivo também comprometeu-se em realizar testes em professores e funcionários das escolas que apresentem sintomas. Em algumas cidades do interior do Rio Grande do Sul, o retorno de alunos já ocorreu. Em nível estadual, a proposta que torna obrigatória a adesão ao formato presencial nas escolas, enviada pelo Sindicato do Ensino Privado ao governo do Estado, foi criticada pela Sociedade de Pediatria Estadual. A entidade médica salientou que é necessário ter sensibilidade para com as famílias de crianças que vivem junto a integrantes do grupo de risco da Covid-19. Ainda defendeu a priorização de professores e funcionários na vacinação, além do cumprimento das regras sanitárias. Isso em um contexto que, de acordo com o Dieese, mais de 320 escolas sequer têm banheiros e nem todas possuem acesso à água potável.  

Após votação ordenada pela Justiça, oposição entra na Mesa Diretora da Câmara  – Em obediência a uma ação judicial, que anulou o acordo de composição da Mesa Diretora da Câmara de Porto Alegre, a vereadora Laura Sito (PT) foi eleita como terceira secretária da Casa. A decisão judicial foi fruto de uma iniciativa da bancada da oposição, composta pelo PCdoB, PT e PSOL. As siglas pediam a alteração no formato da Mesa alegando que a proporcionalidade na composição do quadro e das comissões não foi respeitada. Com a determinação da Justiça, a vereadora Bruna Rodrigues (PCdoB) foi eleita como presidente da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul, em substituição a Mauro Zacher (PDT). Karen Santos (PSOL) assumirá as funções como vice-presidente na Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação, na vaga que era de Hamilton Sossmeier (PTB). A sessão registrou manifestações de descontentamento com a situação. A vereadora Comandante Nádia (Dem) criticou o que considerou uma intervenção de outro poder no Legislativo: “Podemos rasgar a nossa Constituição, pois a independência e harmonia entre os poderes não existem mais”.

Outros links:


Guardem suas fotos

Na crônica de hoje, o jornalista Daniel Cassol volta ao início dos anos 2000 sem tirar os olhos das próximas rodadas do Brasileirão – e, de quebra, mata a saudade dos fãs do Impedimento, site do qual era um dos editores e que publicava textos deliciosos sobre o futebol sul-americano.

“Foi no bar dos colorados da Fernandes Vieira que vi aquele Corinthians 1 x 1 Internacional, na companhia do meu amigo Wilson, com quem faria, naquele mesmo bar, uma parceria fundamental para a conquista da Libertadores em 2006. Isso para quem acredita em superstição no futebol. Mas quem não acredita está equivocado.

Quando Márcio Rezende de Freitas ignorou o pênalti no Tinga e ainda expulsou o meio-campista colorado, toda a raiva acumulada contra aquele campeonato descarregamos nas mesas e cadeiras de plástico do bar, apesar de nosso apreço pelo estabelecimento. Posso estar enganado, mas acho que o proprietário nem ligou, ocupado que estava em também arremessar cadeiras vermelhas da cerveja Kayser contra a parede. Já não importava nada.”

Leia o texto completo.


Cultura

“Irmã” anuncia o fim do mundo patriarcal – e o início de uma nova era

Pátio Vazio/Divulgação

O filme Irmã fez parte da Mostra Olhos Livres da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes, realizada em formato online no fim de janeiro. O longa-metragem escrito e dirigido por Luciana Mazeto e Vinícius Lopes acompanha duas irmãs adolescentes em sua viagem à procura do pai, que abandonou a família e vive no interior do Rio Grande do Sul. Em entrevista a Roger Lerina, a dupla de diretores fala sobre o roteiro da trama e comemoram a presença crescente das mulheres no audiovisual brasileiro. “A gente está vendo felizmente cada vez mais mulheres encabeçando roteiro, direção, produção, direção de fotografia, direção de arte, áreas técnicas. Essa mudança não é de graça, é resultado de uma conscientização, de uma discussão, de uma vontade”, afirma Mazeto. Leia a matéria.

Agenda 

O projeto Muamba UFRGS traz o universo de escolas de samba, tribos carnavalescas e blocos de rua de Porto Alegre em produções jornalísticas e oficinas a partir de hoje. Às 18h30, o debate Carnaval e Cidade reúne Milton Cunha, pesquisador e comentarista de Carnaval da Rede Globo, Nilton Pereira, presidente da Bambas da Orgia, e a historiadora Laura Galli – relembre o artigo escrito por ela “Há espaço para o Carnaval na cultura de Porto Alegre?”.

Sarau Elétrico tem como tema os momentos menos ortodoxos dos ambientes de trabalho, “do Salão Oval à borracharia da esquina”. Luís Augusto FischerDiego Grando e Katia Suman recebem o escritor André “Cardoso” Czarnobai, às 21h, com canja de Rafa Rodrigues.

O cineasta Walter Hugo Khouri (1929-2003), diretor de 25 longas, recebe homenagem do Canal Brasil ao longo desta semana, com exibições sempre às 0h30.

E mais.

Veja a agenda completa.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.