Matinal News

Esquerda e direita têm impasses para formar chapas; Onyx figura à frente em nova pesquisa

Change Size Text
Esquerda e direita têm impasses para formar chapas; Onyx figura à frente em nova pesquisa

Reunião entre os diretórios estaduais de PT e PSB marcou a retomada do diálogo entre as legendas para uma candidatura unificada ao Piratini – PCdoB e PV, que compõem uma federação com os petistas, também participaram do encontro, realizado na sede do PSB gaúcho nesta quarta-feira. Não houve, no entanto, definição de uma aliança. Por ora, o que ficou decidido é que uma nova rodada de negociações deve ocorrer na semana que vem para selar os caminhos de uma potencial coligação, que ainda enfrenta impasses quanto à cabeça de chapa, disputada por Beto Albuquerque (PSB) e Edegar Pretto (PT).

Hoje, o plano A petista é apoiar uma candidatura de Albuquerque ao Senado e manter Pretto na corrida ao Piratini, mas o socialista prefere não se candidatar a nada caso não concorra a governador. Depois de Manuela D’Ávila (PCdoB) ter descartado pleitear o Senado, ela tem se movimentado com petistas no caminho de indicar Albuquerque à vaga. Ao mesmo tempo, outro potencial parceiro, o PSOL, nega a possibilidade de qualquer composição com o PSB, já que o partido integrou os governos de Sartori e Leite. Hoje, a legenda está entre lançar o vereador Pedro Ruas ao governo ou indicá-lo para vice de Pretto. 

Um impasse semelhante acontece à direita, entre MDB e PSDB. O deputado Gabriel Souza diz que permanece no páreo para o Piratini, mas o diretório nacional da legenda pede que ele ceda para apoiar Eduardo Leite, posto que o tucano voltou à disputa e prometeu palanque para a candidatura de Simone Tebet (MDB) à presidência. Conforme a apuração de GZH, Souza seria simpático a apoiar Leite e se tornar candidato a vice, mas parte da militância, da juventude e de alas da velha guarda do MDB – inclusive o ex-governador José Ivo Sartori – se opõem à composição e defendem candidatura própria. Em meio à fratura, opositores à coligação são acusados de serem pró-Bolsonaro pelos colegas.

Onyx à frente – Conforme a pesquisa eleitoral EXAME/IDEIA  divulgada nesta quinta, o segundo turno no RS seria disputado entre Onyx Lorenzoni (PL), que aparece com 25% e Eduardo Leite, que alcançou 20% – ambos tecnicamente empatados pela margem de erro. Beto Albuquerque e Edegar Pretto estão numericamente empatados em terceiro lugar, com 11%. O senador Luís Carlos Heinze (PP) somou 7%, seguido de Pedro Ruas (PSOL), com 5%. Nos cenários de segundo turno, Lorenzoni ganha todos dos quais participa. Já a corrida para o Senado é liderada por Hamilton Mourão (Republicanos). O vice-presidente tem 19%, enquanto Manuela, que não deve se lançar ao pleito, tem 17%. A terceira colocada é Ana Amélia Lemos (PP), com 15%, seguida de Lasier Martins (Podemos), que disputa a reeleição, com 11%.

Prefeitura avalia se desfazer de Carris e de terreno da empresa separadamente

Avaliado em torno de 90 milhões de reais pelo poder municipal, um terreno de seis hectares que funciona como estacionamento para os ônibus da Carris poderá ser vendido em separado da empresa – a qual o Executivo recebeu autorização para desestatizar. A Prefeitura planeja privatizar a estatal de mobilidade urbana ainda este ano, mas agora pensa em abrir dois editais: um para a companhia e outro para a área. A ideia, que está sendo estudada pela Procuradoria Municipal, reduziria o valor total da empresa, inicialmente avaliada em 125 milhões de reais, contando terrenos, frota e outros patrimônios. A expectativa é que um custo menor torne-a mais atrativa para potenciais compradores. Caso não haja interessados, a Carris pode ser até liquidada

Capital tem 110 linhas de ônibus a menos do que antes da pandemia

Não é só impressão de que passam menos ônibus nas vias de Porto Alegre. Conforme levantamento de GZH, com dados da EPTC, na comparação com o período pré-pandemia, hoje há 110 linhas a menos em circulação – resultado de 158 desativações ante 48 novas rotas criadas de 2019 pra cá. Ao mesmo tempo, também anda menos gente nos coletivos, cerca de 32% a menos do que dois anos atrás, quando os totais de passageiros já vinham caindo. “Percebemos que o passageiro não tem retornado com toda a força que se imagina”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Adão Castro Júnior, que prometeu: “Quando tiver demanda, vamos botar ônibus”.

Melo sanciona veto à linguagem neutra em escolas de Porto Alegre

O prefeito Sebastião Melo (MDB) sancionou o projeto de lei que veta o uso da linguagem neutra nas escolas da rede municipal. A medida será publicada na edição do Diário Oficial de hoje. O texto foi aprovado pela Câmara em maio e é de autoria de sete vereadores de direita. No mês passado, pouco após a aprovação no Legislativo, a secretária municipal de Educação de Porto Alegre, Sônia da Rosa, evitou se opor ao texto durante entrevista ao Matinal. Ela ressaltou que as escolas já têm uma base (a Base Nacional Comum Curricular) e um currículo que precisam ser cumpridos e salientou que “existem diferentes formas de inclusão” além da linguagem neutra.

Outros links:

  • A Prefeitura de Porto Alegre ampliou o público apto a receber a dose de reforço contra a covid-19. Adolescentes de 15 anos podem receber a terceira dose, enquanto quem tem a partir de 58 pode ir pela quarta injeção.
  • Aliás, ontem, o RS superou a marca de 2,5 milhões de casos de covid – isso sem contar os não notificados. Em razão da alta de contágios, todas as regiões do Estado permanecem com avisos, pela quarta semana seguida.
  • Em live antes do feriado, o Matinal debateu com Álvaro Magalhães como trazer mais moradores para Porto Alegre. Aliás, inscreva-se no nosso canal no YouTube.
  • A Prefeitura está atrás de engenheiros e arquitetos para preencher vagas temporárias de 180 dias, podendo ser prorrogadas uma vez.
  • Eduardo Leite começou a receber a pensão destinada a ex-governadores. Pré-candidato ao Piratini, Leite tem direito a cerca de 20 mil reais por mês pelos próximos quatro anos – caso não seja reeleito, aí o pagamento será interrompido.
  • A Pesquisa Anual da Indústria da Construção, publicada na última quarta-feira pelo IBGE, mostra que a indústria da construção perdeu 700 mil vagas nos últimos 10 anos. De 2011 a 2020, a queda foi de 25,9%.
  • O Hospital Tramandaí abriu uma Unidade de Coleta de Sangue e Transfusão para todo Litoral Norte. Anteriormente, o hospital fazia a coleta apenas dos moradores de Tramandaí.
  • Juremir Machado da Silva está perplexo. Num momento de alta da pandemia, o colunista se pergunta: será que o coronavírus respeita os momentos do coffee break?

Cultura

Os “365 Monstros” de CeloPax

Foto: CeloPax

Conhecido pelos grafites nas ruas de Porto Alegre, o artista CeloPax lança neste sábado (18/6), às 19h, no Agulha, o livro 365 Monstros, que reúne desenhos em aquarela produzidos diariamente ao longo de 2021. Em 1º de janeiro do segundo ano da pandemia, o artista começou a série de aquarelas que terminaria em 31 de dezembro para ser digitalizada e transformada em livro. Leia a matéria do repórter Ricardo Romanoff.

Agenda (🔒)

Hoje

Às 21h, o Opiniãorecebe os shows do Júpiter Day – Efervescente Frenesi.

Sábado (18/6)

O espetáculo Minha Vida em Marte, de Mônica Martelli, será apresentado no Teatro do Bourbon Country, às 18h.

Domingo (19/6)

O espetáculo Adolescer volta ao Teatro CIEE, às 18h.

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

A Igreja das Dores recebeu o título de basílica pelo papa Francisco. Erguida no início do século XIX, o local é protagonista de muitas histórias de Porto Alegre, além de ser patrimônio artístico e cultural reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A postulação para receber o título de basílica foi iniciada em 2020 e concluída no ano seguinte, tornando o local a terceira basílica do RS. As outras são o Santuário Nossa Senhora Medianeira, em Santa Maria, e a Catedral São Luiz Gonzaga, em Novo Hamburgo. A missa solene de instalação da basílica nas Dores, ocasião em que serão instalados símbolos na igreja que fazem referência ao Papa, está prevista para o dia 15 de setembro.

;
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.