Matinal News

Esquerda no RS ensaia reaproximação

Change Size Text
Esquerda no RS ensaia reaproximação

Por meio de uma nota em que reafirmava a pré-candidatura de Beto Albuquerque ao Governo do Estado, o PSB gaúcho informou que reabriu articulações com o campo progressista, incluindo com a federação encabeçada pelo PT, para formar uma coligação – a primeira reunião está marcada para a próxima quarta. Caso não haja acordo, o comitê eleitoral nacional do PSB, partido da vice na chapa de Lula, irá definir o impasse. O comunicado também revela que há conversas em andamento com o PDT.

A nota foi publicada na semana seguinte à visita de Lula e Alckmin ao RS. Na ocasião, Lula enfatizou a necessidade de a esquerda se unir nas eleições, o que gerou um movimento que pareceu reaproximar o pré-candidato do PSOL, Pedro Ruas, da campanha petista. Ruas, porém, disse que seu partido não dialoga com o PSB. Nesta semana, Ciro Gomes esteve em Porto Alegre, disse que faz gosto da aproximação entre Beto Albuquerque e o pré-candidato trabalhista Vieira da Cunha, mas evitou defendê-la de forma veemente.

A possível proximidade de Beto com Ciro, aliás, desagradou a cúpula nacional dos socialistas, que teme ver o correligionário em palanque rival. O Correio do Povo chegou a informar que o apoio a Ciro no RS foi descartado pela executiva nacional. O presidente da sigla no RS, Mário Bruck, negou que as negociações com o PDT tenham sido vetadas, mas reconheceu que a divisão na esquerda aumenta a o risco de deixar o campo fora do segundo turno.

Nos bastidores do PSDB e MDB – Enquanto a esquerda conversa entre si, o ex-governador Eduardo Leite costura junto ao MDB a indicação do, por ora, pré-candidato Gabriel Souza a vice de sua chapa. Definido o apoio do PSDB a Simone Tebet à presidência, o ex-governador deve confirmar sua (re)entrada no jogo eleitoral na próxima segunda-feira.


Homicídios caem, mas feminicídios seguem como desafio à segurança

O número de homicídios em maio no RS caiu 5,3% na comparação com abril, totalizando 125 vítimas. De acordo com os dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), as ocorrências deste crime para maio são as menores desde 2007, quando houve 116 assassinatos no Estado. Desde 2005, o pior ano foi 2017, com 233 mortes deste tipo no mês de maio. De lá para cá, a redução foi de 46,4%. Em Porto Alegre, os homicídios em maio caíram pela metade na comparação com o mesmo mês no ano passado, de 27 para 13. No mês passado, entretanto, o indicador de feminicídio voltou a crescer, passando de 9 em abril para 10 vítimas em maio. O detalhe, conforme a SSP, é que todos os feminicídios foram cometidos pelo companheiro ou ex-companheiro das mulheres assassinadas. Em 80% dos casos, os agressores possuem algum antecedente policial.

Modernização do 4º Distrito é visto com desconfiança e temor pelos moradores

A modernização do 4º Distrito na zona Norte de Porto Alegre poderá trazer diversas vantagens para a região, mas ainda é vista com desconfiança e temor pela comunidade da área. Segundo o presidente do Instituto dos Arquitetos do RS, Rafael Passos, o projeto idealizado para a região talvez não atenda aos requisitos necessários para os moradores da Vila dos Papeleiros. Segundo ele, a iniciativa tem um potencial de concentrar renda ao invés de distribuir porque não propaga integração e qualificação urbana da área. O loteamento, também chamado de Santa Terezinha, fica próximo à Rodoviária ao Centro Histórico e reúne 227 casas, dez estabelecimentos comerciais e 3 mil residentes.

Porto Alegre terá novo South Summit em março de 2023

O sucesso do South Summit Brazil, evento de tecnologia que atraiu milhares de pessoas, terá mais uma edição na Capital. Quem garantiu a realização do evento em março de 2023 foi o vice-prefeito Ricardo Gomes, que está no evento homônimo em Madrid, na Espanha. Ao comentar a atração ocorrida na cidade, lembrou que a iniciativa fez muito bem ao ambiente de negócios da cidade. Gomes assegurou que o South Summit Brazil de 2023 será mais inclusiva e que o grande desafio será levar o mesmo espírito para as zonas mais vulneráveis do município. Em entrevista ao Matinal no mês passado, um dos apoiadores do evento, Eduardo Lorea, considerou a edição porto-alegrense muito exitosa.

Outros links:

  • Em meio à alta de casos, hospitais de Porto Alegre voltaram a ampliar suas áreas para atendimentos de pacientes com covid-19.
  • A Prefeitura reconheceu um aumento “discreto” nos casos. No entanto, foram mais de 3,6 mil na comparação com a semana passada.
  • Por outro lado, as ocorrências de dengue vêm caindo na Capital. Em ano de recordes de infestação, só em 2022 houve 2.697 casos autóctones da doença na cidade. 
  • Um grupo de mães protestou em frente ao TJ contra a mudança no entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre o rol de procedimentos listados pela ANS. Neste compilado, saiba o que muda.
  • O prefeito Sebastião Melo (MDB) confirmou o pagamento antecipado de metade do 13º salário ao funcionalismo de Porto Alegre. O depósito será feito em 15 de julho.
  • Travessa Mário Cinco Paus está sendo revitalizada e recebeu ontem uma loja de conveniências. O trecho liga os terminais de ônibus Uruguai e a Estação Mercado da Trensurb, no Centro de Porto Alegre.
  • Pelo segundo ano consecutivo, o Rio Grande do Sul tem quatro universidades no QS World University Rankings para 2023: UFRGS, UFPel, PUCRS e UFSM.
  • O IBGE abriu mais de 5 mil vagas para recenseador no RS, cerca de 700 delas em Porto Alegre. Ontem, em live do Matinal, o coordenador operacional do Censo no RS, Luís Eduardo Puchalski, contou detalhes de como será o Censo 2022.
  • O Itamaraty confirmou a morte do gaúcho André Luis Hack Bahi, que foi voluntário na guerra entre Rússia e Ucrânia. André tinha 44 anos, deixou sete filhos e a esposa.
  • “O Brasil nunca saiu da polarização”, afirma Juremir Machado – e, para ele, “não faltam razões para polarizar”. Leia a crônica desta sexta

Cultura

No andar do tempo, Thiago Ramil volta à calçada do mundo

Foto: Fabrício Silva

Concebido e gravado durante a pandemia a partir de quatro EPs visuais, o álbum O Sol Marca o Andar do Tempo e a Imensidão do Universo Todo Dia, de Thiago Ramil, será apresentado hoje, às 21h, no Agulha. O repórter Ricardo Romanoff conversou com Ramil sobre o trabalho, lançado nas plataformas digitais em 2021 e que agora faz sua estreia nos palcos. Leia a matéria.

Agenda (🔒)

Hoje
Vera Fischer estrela a peça Quando Eu For Mãe Quero Amar Desse Jeito, com direção de Tadeu Aguiar, às 21h – com sessões também no sábado, às 17h e 21h, e domingo, às 18h.

Sábado (11/6) O cantor Dudu Sperb lança o álbum De Longe e de Perto, às 21h, no Espaço 373, com diversas participações, incluindo Angelo PrimonMarcel Estivalet, Marcelo Delacroix e Raquel Leão.

Domingo (12/6)
A partir do meio-dia, após dois anos longe das ruas, a 25ª Parada Livre de Porto Alegre celebra a diversidade no Parque da Redenção com apresentações de Valéria Barcellos, Cassandra Calabouço, Charlene Voluntaire e Suzzy B

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

Neste sábado, às 10h, na Escadaria 24 de Maio, escritoras se reunirão para um registro histórico. O movimento partiu da revista Quatro Cinco Um e é inspirado na foto “Um grande dia no Harlem”, que reuniu jazzistas fotografados por Art Kane em 1958 . Neste sábado, às 10h, na Escadaria 24 de Maio, escritoras se reunirão para um registro histórico. O movimento partiu da revista Quatro Cinco Um e é inspirado na foto “Um grande dia no Harlem”, que reuniu jazzistas fotografados por Art Kane em 1958 . 

;
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.