Matinal News

Fecomércio prevê crescimento lento para 2022

Change Size Text
Fecomércio prevê crescimento lento para 2022

O PIB do terceiro trimestre no Brasil encolheu 0,1%, conforme o IBGE. E, analisando os dados, a Fecomércio-RS prevê um 2022 desafiador, para não dizer pessimista. A perspectiva da entidade é que o PIB do Brasil cresça 0,9% no ano que vem, com a situação no RS um pouco mais favorável, de expansão em 1,4%. Em apresentação nesta quinta-feira, o economista consultor da Fecomércio-RS, Marcelo Portugal, disse acreditar que os juros seguirão na casa dos 10% até abril ou maio, dependendo da condição hídrica no
País, e que o câmbio seguirá desvalorizado – o que, na visão dele, é positivo para o Estado, que tem característica exportadora. Portugal alertou, contudo, para a desorganização da cadeia produtiva na indústria e também defendeu o respeito ao teto de gastos.

RS apresenta o Avançar Agricultura focado na irrigação – Focado na irrigação, área que receberá o maior aporte, de 201 milhões de reais, o programa Avançar Agricultura foi apresentado ontem pelo Governo do Rio Grande do Sul. A iniciativa é composta de investimentos na ordem de 275,9 milhões de reais. O esforço da administração estadual ainda pretende atender a agricultura familiar, fazer o monitoramento de eventos climáticos e construir 1,5 mil cisternas. O governador Eduardo Leite (PSDB) espera que o programa faça a diferença na produtividade da lavoura. O escoamento da produção, que receberá 39,2 milhões de reais, também está no escopo do Avançar, principalmente pela necessidade de realizar acessos asfálticos a cidades do interior. A partir da recuperação de estradas que levam aos locais mais isolados do RS, o Piratini sinalizou uma aposta nos jovens que ficarão no campo. 

Cpers encontra 58 escolas da rede estadual com problemas graves – A caravana do Cpers Sindicato pelo RS, realizada para descobrir as reais condições das escolas da rede estadual, foi finalizada com dados levantados de 186 instituições. Conforme a entidade, 58 locais, dos quais 13 são de Porto Alegre, apresentaram problemas graves, além de falta de pessoal. Dessa relação, 21 registraram falta de educadores e em 12 foram constatadas infiltrações. Treze colégios apresentaram falhas na rede elétrica, cinco estão sem luz e um opera sem o abastecimento de água. Ontem, o Governo do Estado publicou o calendário escolar da rede pública para 2022. Segundo o cronograma, as aulas começam em 21 de fevereiro e terminarão em 16 de dezembro. O recesso foi agendado entre os dias 25 e 31 de julho. 

Melo cobra mudanças em programa que corta recursos de hospitais – Prefeito de Porto Alegre e presidente da Associação de Prefeitos da Região Metropolitana (Granpal), Sebastião Melo (MDB) foi à tribuna popular da Assembleia Legislativa para cobrar mais negociações com o Piratini sobre o Programa Assistir, que recompõe recursos para os hospitais através do critério da produtividade. Ele alertou que, do jeito que está, o projeto causará perdas superiores a 200 milhões de reais à saúde dos municípios da Região Metropolitana. Pela proposta original do Piratini, apresentada em agosto, 54 instituições perderiam recursos no Estado, entre elas o Hospital de Pronto Socorro da Capital, que deixaria de receber 25 milhões de reais por ano. Desde o mês passado, uma emenda vem sendo construída e, se aprovada, forçará o Executivo a rever o texto, segundo a jornalista Taline Oppitz.

Excesso de lixo chama a atenção em novo trecho da Orla – Muito procurado pelo público, o trecho 3 da Orla do Guaíba tem ficado marcado pelo excesso de mato e lixo. Uma cadeira de escritório, móveis e até um sofá foram recolhidos do local por trabalhadores do DMLU, que garante que faz a limpeza do local em três turnos e entende que não há necessidade do aumento do número de garis atuando na área. Em nota a GZH, o DMLU informou que faz atividades de educação ambiental, porém salienta que resíduos que chegam pelo Guaíba não são oriundos apenas da Capital. Em paralelo à situação, o trecho 1 da orla – entre o Gasômetro e a Rótula das Cuias – ganhará novas e customizadas lixeiras (🔒). Os 40 tonéis serão grafitados no próximo sábado pelo artista plástico Marcolino Wos, com supervisão do curador de arte de rua e produtor cultural Rafa Rafuagi.

Outros links:


Cultura

“Isso Não É um Grupo #2” explora universo onírico e criação coletiva

Reprodução: Isso Não É um Grupo #2

Neste domingo (5/12), às 20h, o espetáculo Isso Não É um Grupo #2 apresenta experimentações de Emily BorghettiPaola KirstPedro Borghetti Rafa Costa, mesclando criações individuais e uma concepção audiovisual coletiva. Com captações realizadas no início de novembro, o vídeo reúne trilhas, paisagens sonoras e músicas autorais gravadas nos estúdios caseiros dos integrantes, além de danças e performances realizadas na locação do projeto, na Barra do Ribeiro (RS). Leia a matéria do repórter Ricardo Romanoff.

Agenda (🔒)

Hoje
Às 20h30, Maria Rita faz show no Theatro São Pedro acompanhada de orquestra liderada por Carlos Prazeres.

Sábado (4/12)
A cantora Paola Kirst faz show com o Kiai Grupo, às 19h, no Jardim Lutzenberger, na Casa de Cultura Mario Quintana — relembre a matéria sobre o álbum KIAI II.

Domingo (5/12)
Orquestra de Câmara da Ulbra promove o último Domingo Clássico de 2021, com repertório dedicado ao barroco italiano, na Associação Leopoldina Juvenil, às 19h.
 

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

A época das retrospectivas chegou e o Unicode Consortium revelou ontem os dez emojis mais utilizados no mundo em 2021. A organização, que cuida do padrão Unicode, relatou que o desenho da risada representou 5%, seguido do coração. Rolando de rir, joia, choro com lágrimas completam o top 5. A relação tem ainda mãos juntas, beijo com coração, rosto sorridente com corações, olhos com corações e sorriso simples. Uma particularidade da pesquisa da Unicode indicou ainda que cerca de 82% dos emojis usados no ano não estão entre os dez mais populares.

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito