Matinal News

Na COP26, RS se comprometerá em reduzir emissão de carbono

Change Size Text
Na COP26, RS se comprometerá em reduzir emissão de carbono

O governo do Rio Grande do Sul irá a Glasgow, na Escócia, para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP26, disposto a assumir compromissos com a redução de carbono em 50% até 2030, além de trabalhar para neutralizar emissões até 2050. Em fim de seu primeiro mandato e envolvido em uma disputa para ser candidato à presidência, o governador Eduardo Leite (PSDB) irá ao evento prometendo boas práticas ambientais e a utilização de fontes renováveis. Ele também cita a elaboração de políticas públicas voltadas para o tema, e isso inclui intensificar ações que assegurem a conservação de recursos naturais e o fomento a soluções e sistemas baseados em uma economia de baixo carbono. As promessas contrastam com uma das principais marcas da gestão tucana na área: a célere aprovação do código ambiental em 2019, que criou um autolicenciamento sem análise prévia de técnicos.

UFRGS projeta retorno das aulas presenciais no próximo semestre – A UFRGS concluiu a elaboração das novas diretrizes que permitirão o retorno presencial das aulas a partir do próximo semestre, marcado para iniciar em 17 de janeiro. Conforme GZH, o documento deve ser publicado hoje pela universidade. O conteúdo embasará a elaboração de um calendário acadêmico que apresente uma previsão de datas para a retomada das atividades presenciais. Com algumas exceções, desde 16 de março do ano passado as aulas presenciais da universidade estão suspensas em função da pandemia. Para 2022, a maioria das universidades federais gaúchas também já elabora a retomada das formaturas “no mundo real”, deixando de lado as cerimônias virtuais, que se tornaram padrão. 

Cartórios passam a receber denúncias de violência contra a mulher – Desde ontem, mais de 700 cartórios do Rio Grande do Sul começaram a receber denúncias de violência doméstica de forma permanente. Para pedir ajuda, as vítimas devem desenhar um “X” na palma da mão e sinalizar ao funcionário do cartório de maneira discreta. Ele irá encaminhar a mulher a uma sala e acionar a polícia. Há possibilidade do registro ser feito sem o auxílio imediato, mas com coleta de dados para posterior aviso às autoridades. Nos nove primeiros meses deste ano, a Secretaria de Segurança Pública do RS já registrou mais de 23,4 mil ocorrências de ameaças e 12,6 mil de lesão corporal contra mulheres, além de 185 feminicídios tentados e 78 consumados – praticamente o mesmo número de crimes fatais cometidos contra mulheres em razão do gênero em todo o ano passado no Estado.

Vereadores cobram mudança de postura do comando da Câmara após tumulto e ofensas – A confusão generalizada ocorrida na Câmara de Vereadores de Porto Alegre por conta de um protesto contra o passaporte vacinal motivou a realização de uma reunião entre o presidente da Casa, Márcio Bins Ely (PDT), e vereadores do PSOL, PT e PCdoB. O encontro foi de cobranças para que a Câmara adote uma postura contundente contra atos de racismo e discurso de ódio. Além de troca de socos envolvendo alguns dos manifestantes, assessores e parlamentares, o tumulto gerou ofensas de cunho racista contra Bruna Rodrigues (PCdoB), Daiana Santos (PCdoB) e Laura Sito (PT). Entre as solicitações feitas a Bins Ely está a identificação dos manifestantes e a proibição de ingresso no parlamento. As lideranças querem uma manifestação da Casa em âmbito judicial sobre o caso. As vereadoras afirmaram que se sentem inseguras após o episódio. 

Estudo que definirá destino do Esqueletão começa hoje – Técnicos do Laboratório de Ensaios e Modelos Estruturais da UFRGS iniciam hoje o levantamento que avaliará as condições do Esqueletão (🔒), no Centro de Porto Alegre. O resultado que definirá o futuro do prédio deve ser concluído até o fim do ano que vem. A Prefeitura de Porto Alegre admitiu a sua torcida por um laudo que recomende a necessidade de destruição do prédio. “É mais fácil demolir. Qual é a empresa que vai querer assumir uma construção inacabada de 1950? Imagina o gasto”, afirmou o secretário de Obras e Infraestrutura, Pablo Mendes Ribeiro. Em 2018, o Ministério Público já havia solicitado a demolição da estrutura de 19 andares, que foi totalmente desocupada há pouco menos de um mês.

Outros links:


Vacina, sim!

Quase 50 pontos aplicam a vacina contra a Covid hoje em Porto Alegre. Acesse o serviço completo aqui. 


Batuqueira

Um gostinho da nova crônica da Ana Marson pra garantir um pouco de diversão nesta terça:

Tu pensa numa batuqueira que quase caiu dura pra trás. Ela disse assim, bem assim: “Ana, tu vai me odiar, mas eu preciso te falar: tu tá fazendo absolutamente TUDO ERRADO. Tudo. Por isso que tu sente teus caminhos fechados”.

Para ler o texto completo(), assine o Matinal.


Cultura

O mistério desértico de “Duna” volta ao cinema

Warner/Divulgação

Estreou na última semana, a aguardadíssima versão de Denis Villeneuve para o clássico literário da ficção científica Duna. O cineasta canadense aceitou o desafio de levar novamente às telas a saga espacial concebida pelo escritor Frank Herbert em uma ambiciosa superprodução, protagonizada pelo astro Timothée Chalamet como o jovem aristocrata que pode ser o aguardado messias que comandará uma rebelião interplanetária. Leia a resenha de Roger Lerina.

Agenda (🔒)

Com curadoria de Marina Trindade, a Casa de Cultura Mario Quintana inaugura a exposição Belchior Abraços & Canções. A mostra reúne memórias materiais e afetivas da família que acolheu o cantor no interior do Rio Grande do Sul.

Em live às 19h, com transmissão pelo canal do GEARTE UFRGS no YouTube, o MARGS apresenta o desenvolvimento do jogo de tabuleiro MARGS Portátil. O evento é realizado em parceria com a universidade. 

O convidado desta terça do Sarau Elétrico é o jornalista e crítico musical Juarez Fonseca, que lançou recentemente o livroAquarela Brasileira. A canja da noite é de Marcelo Delacroix, e o início é às 21h. 

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

O médico porto-alegrense José Sanhudo, presidente da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé (ABTPé), deu vida ao projeto Pé na Estrada, um mutirão de médicos ortopedistas voluntários que vai percorrer o Brasil fazendo cirurgias gratuitas em quem tem problemas nos pés. À reportagem da Gaúcha ZH, Sanhudo, que atua nos hospitais Mãe de Deus e Moinhos de Vento, contou que encara como missão a tarefa de realizar cirurgias gratuitas em quem não tem condições de pagar. O primeiro destino do projeto será Faxinal do Soturno, na região central do Estado, depois Guanumbi, na Bahia, e Diamantina e Ponte Nova, em Minas Gerais. Os médicos voluntários querem incluir mais destinos e preencher a agenda de cirurgias. “Medicina é isso: ajudar as pessoas. O mais gratificante é ajudar as pessoas”, ressalta o médico idealizador do projeto.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito