Matinal News

No RS, Queiroga diz que nova cepa preocupa mas não é motivo para desespero

Change Size Text
No RS, Queiroga diz que nova cepa preocupa mas não é motivo para desespero

Nova variante do coronavírus, a ômicron é um balde de água fria no clima de fim da pandemia que vinha ganhando terreno no Brasil. Recém-descoberta na África do Sul, a cepa tem se mostrado associada a sintomas leves, apesar de mais transmissível, conforme Angelique Coetzee clínica-geral da Associação Médica da África do Sul. Vale destacar que, no país africano, só 24% da população têm o esquema vacinal completo

Além disso, as informações em relação à nova cepa são ainda preliminares, alertam especialistas. A Organização Mundial da Saúde (OMS), inclusive, admite que desconhece o impacto da nova mutação, mas destacou que estudos sugerem risco aumentado de reinfecção.

No Brasil, seguindo o exemplo de outras nações, as fronteiras aéreas para passageiros vindos de seis países do Sul da África devem ser fechadas a partir de hoje, segundo anunciou a Casa Civil. O governo federal, no entanto, ignorou a alternativa de solicitar a turistas o passaporte vacinal, sugestão já encaminhada pela Anvisa anteriormente. A medida tem sido questionada por especialistas pelo tratamento diferenciado em relação a outros países onde a transmissão também já foi identificada. A OMS, aliás, pediu “equilíbrio” na resposta à nova cepa e afirmou que países que registraram os casos não devem ser penalizados. A variante ômicron já foi detectada no Canadá e em países da Europa – no Reino Unido, por exemplo, voltou a ser obrigatório o uso da máscara em lojas e no transporte público

Em visita a Santa Rosa, no Noroeste, e em Santiago, no Centro do Rio Grande do Sul, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga afirmou que a principal estratégia contra a nova variante é a vacinação. “É muito difícil conter qualquer variante do vírus, até porque elas podem acontecer no país. É uma variante de preocupação, mas não é uma variante de desespero”, disse, no Hospital Vida e Saúde, em Santa Rosa.

Contudo, ainda não se sabe ao certo o quanto as vacinas protegem as pessoas da ômicron. A Pfizer estima ter os primeiros resultados da eficácia de seu imunizante em duas semanas. Já a Moderna informou que está testando três vacinas contra a nova variante.


O que mais você precisa saber

Smed revê decisão e mantém Filosofia nas escolas de Porto Alegre – O projeto de Espaço Filosófico, que tornava facultativa a disciplina de Filosofia em escolas municipais de Porto Alegre, foi retirado pela Secretaria Municipal de Educação. A decisão da Pasta ocorreu após uma série de críticas de parte da comunidade escolar contra a eliminação da matéria da grade curricular. Em audiência virtual com a secretária Janaina Audino, que contou com a presença de diretores de escolas, também foi discutida a diminuição da carga horária das disciplinas de História e Geografia. Na reunião ficou acertada a realização de um novo encontro para rever a proposta de formação e do calendário escolar. 

Leite é superado por Doria nas prévias do PSDB – Depois de adiamentos, problemas e polêmicas relacionadas ao aplicativo de votação, João Doria saiu vencedor das prévias do PSDB e será o candidato tucano na corrida presidencial de 2022 após contabilizar 53,99% dos votos, enquanto Eduardo Leite somou 44,66%. Ao governador do RS, são oferecidos dois caminhos: a busca pela reeleição no Piratini ou a criação de um sucessor, segundo especialistas ouvidos pelo Correio do Povo. Em entrevistas que antecederam as eleições internas da sigla, Leite disse que não cogitava tentar mais quatro anos no comando do Estado. No entanto, a ideia pode ser revista. Abatido pelo resultado, o pelotense se manifestou na sede do PSDB em Brasília e disse ter feito a sua parte

Geração de energia solar tem salto exponencial no RS – A geração distribuída solar, aquela produzida pelo consumidor, está perto de alcançar o patamar de 1 mil MW no Rio Grande do Sul. A marca deve ser atingida ainda neste ano, prevê a coordenadora estadual da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Mara Schwengber. Para fins de comparação, a capacidade já é maior que a representada por todas as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) em operação no RS, que é de 674 MW. De janeiro a outubro deste ano, foi instalado no Estado o equivalente a 57% de tudo que foi implementado de 2012 a 2020 no setor. Já são quase 10 anos desde que a prática foi autorizada por resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As cidades gaúchas com maior potência instalada são Caxias do Sul (31 MW), Santa Cruz do Sul (21,6 MW), Santa Maria (21,4 MW), Porto Alegre (21,1 MW) e Novo Hamburgo (20,9).

Outros links:


Cultura

“Até que Meus Dedos Sangrem”: um percurso pela obra de Teresa Poester

Teresa Poester. Foto: Silvain Palfroy

Lançado no último sábado peloDepartamento de Difusão Cultural da UFRGS, o livro Percurso do Artista – Até que Meus Dedos Sangrem apresenta a trajetória da artista visual Teresa Poester. A publicação é homônima a uma exposição da artista realizada em 2019, na Reitoria da UFRGS, integrando o projeto Percurso do Artista, que convida docentes e pesquisadores da universidade a revisitarem suas produções. Leia o comentário da curadora Luísa Kiefer sobre o livro. 

Agenda (🔒)

Itaú Cultural celebra os 75 anos da escritora Conceição Evaristo, às 15h, em live com a moçambicana Paulina Chiziane.

O projeto literário Diálogos Contemporâneos recebe, no palco do Theatro São Pedro, às 19h, a historiadora Mary Del Priore, em conferência sobre a violência contra a mulher, mediada pela advogada Gabriela Souza.

As cantoras Valéria Barcellos e Cristal lançaram o single Transradioativa, que integrará o álbum A Voz Suprema do Samba é a Liberdade, reunindo artistas negras e LGBTQIA+, que será lançado em 2022.

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

A UFRGS concedeu ao poeta gaúcho Oliveira Silveira o título de Doutor Honoris Causa. É a primeira vez que a universidade concede o título póstumo. Para a comissão que avaliou o pedido encaminhado pelo Instituto de Letras, “o poeta trouxe uma dupla e significativa contribuição: à produção literária e aos movimentos coletivos de nosso país”. Neste ano, completaram-se cinco décadas da criação do 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra, idealizado pelo Grupo Palmares, do qual foi um dos fundadores. Relembre essa história em reportagem do Matinal.

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito