Matinal News

Pesca de arrasto no RS deve ser retomada neste mês

Change Size Text
Pesca de arrasto no RS deve ser retomada neste mês Foto: Divulgação/ Sindipi

O que você precisa saber hoje

A volta da pesca de arrasto no RS – O governo federal espera aprovar ainda este mês o plano de retomada sustentável da pesca com redes de arrasto, uma exigência para o retorno da atividade depois que uma liminar concedida pelo ministro do STF Kassio Nunes autorizou a volta da prática no litoral do RS. A informação foi publicada em uma reportagem da revista piauí neste final de semana. A modalidade foi proibida em 2018 por uma lei que instituiu medidas para garantir a pesca sustentável no estado. Um estudo da UFRGS que baseou a legislação mostrou que a interrupção da prática levaria, em dois anos, a um aumento de mais de 700% da disponibilidade do pescado. A decisão está alinhada à pauta do presidente Jair Bolsonaro, que parabenizou o ministro logo após a decisão. A liminar também beneficia o próprio titular da Secretaria de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Jr. – que, de tão próximo do presidente, é conhecido como “Zero Seis”. A família de Seif é dona de uma grande frota de embarcações em Itajaí (SC). O órgão dirigido por Seif Jr. é responsável pela aprovação do plano de retomada.

RS tem nova variante em momento de grande circulação do coronavírus – Uma nova variante do coronavírus está circulando no Rio Grande do Sul. E pesquisadores da Feevale acreditam que ela seja autóctone do Estado. A cepa estava presente em ao menos 12 pessoas, cujos resultados de diagnóstico foram estudados por profissionais do Laboratório de Microbiologia Molecular da universidade, em Novo Hamburgo. Os cientistas não sabem, ainda, se essa nova linhagem pode provocar mais complicações. Os dados estudados foram coletados em dezembro. Por sinal, o coronavírus está circulando como nunca no Rio Grande do Sul. Ao menos é o que apontam os esgotos da Região Metropolitana de Porto Alegre. No monitoramento ambiental que mede a presença dos vírus, os maiores índices desde maio foram registrados em novembro e dezembro. O RS, se mantiver a média das últimas semanas, deve bater nos próximos dias a marca de meio milhão de casos de Covid-19.

Porto Alegre flexibiliza geral as restrições – Eventos liberados (desde que previamente aprovados), clubes com áreas de lazer abertas, cinemas e teatros funcionando. Soam como cenas comuns na época pré-Covid-19. Mas desde sábado já podem ocorrer legalmente em Porto Alegre, que passou a adotar os critérios da bandeira laranja do distanciamento controlado. Não que a pandemia esteja perto do fim, longe disso – só ontem à noite, 270 pessoas lutavam pela vida e contra o coronavírus sobre leitos de UTI na Capital. Mas essas liberações vão de acordo com o decreto de cogestão, assinado no sábado pelo prefeito Sebastião Melo (MDB) e chefes do Executivo de Alvorada, Viamão, Cachoeirinha, Gravataí e Glorinha, que levanta uma série de restrições, seguindo o novo Norte do Paço, de que o foco de contaminações é a aglomeração e não necessariamente atividades econômicas. Vindo à tona em pleno calorão, a medida agradou de sócios de clubes e moradores de condomínios com piscinas ao setor de eventos, que vê no decreto a saída para o “lockdown econômico” que entrou com a chegada da pandemia.

Embate entre vereadores da Capital segue nas redes – Os embates da sessão da Câmara de Vereadores de Porto Alegre que aprovou, com 25 votos favoráveis a 10 contrários, a Reforma Administrativa do prefeito Sebastião Melo se estendeu para as redes sociais no final de semana. No Facebook, o vereador Aldacir Oliboni (PT), que propôs uma emenda ao projeto de lei da reforma, reclamou do desrespeito à proporcionalidade partidária e do acordo que tirou a oposição dos cargos da mesa diretora da Casa. “Melo criou mais três cargos para contemplar seus aliados. Cada cargo, com salário bruto acima de 14 mil reais”. A vereadora Bruna Rodrigues (PCdoB) criticou a falta de inclusão de temas sobre questões de gênero. No bloco do governo, a vereadora Lourdes Sprenger (MDB) comemorou a criação do Gabinete da Causa Animal, contemplado no projeto, e Mônica Leal (PP), criticou a oposição por não se interessar se os temas debatidos trariam benefícios para Porto Alegre. Felipe Camozzato (Novo) defendeu que o projeto extingue cargos e não trará acréscimos nos gastos, e questionou o argumento do PSOL de que o projeto prepara o terreno para privatizar a Carris e a Procempa. “Economia de dinheiro + privatizações? Ora, quem dera se assim fosse.”, escreveu no Twitter.

Outros links:

  • A Prefeitura orientou aos farmacêuticos da rede pública sobre o procedimento para receber o “kit Covid” (🔒). Os medicamentos, que não têm eficácia comprovada, só poderão ser retirados mediante apresentação de prescrição médica e termo de consentimento.
  • O Piratini recebeu cinco pedidos de reconsideração ao mapa prévio do distanciamento controlado, que colocou 19 das 21 regiões em bandeira vermelha.
  • O Cremers notificou o Hospital Nossa Senhora das Graças, de Canoas, pela falta de condições para o trabalho e pela precariedade no atendimento à população.
  • Em Porto Alegre, a Avenida Fernando Ferrari, no bairro Anchieta, ganhou mais 2,5 quilômetros de ciclovia.
  • E um novo trecho da orla do Guaíba, na Vila Assunção, zona sul da Capital, deve ser inaugurado nos próximos dias. A informação é do Jocimar Farina (🔒), de GZH.
  • Por falta de peças, a fábrica da GM em Gravataí adotou férias coletivas aos seus funcionários.
  • O ano de 2020 foi o maior em números de casos de dengue nos últimos dez anos no RS. Mais de 3,3 mil pessoas contraíram o vírus.
  • O Inter lançou ontem um documentário sobre D’Alessandro, ídolo argentino que se despediu do clube no fim de dezembro, após 12 anos.
  • Procurando emprego? Aqui tem uma lista de editais para concursos públicos abertos nesta semana.
  • Bem como circulou nas redes sociais, sim o Copacabana fechou as portas. Por ora, o tradicional restaurante seguirá apenas com a telentrega (🔒), na expectativa, se tudo der certo, voltar a receber clientes no fim deste ano.

ANÚNCIO:

Tem interesse nos espaços de mídia do Matinal? Escreva para [email protected].


Cobacabana
Por Juarez Fonseca

A filosofia budista sugere que tenhamos desapego das coisas materiais. O Restaurante Copacabana, que aos 81 anos acaba de fechar definitivamente as portas naquela esquina da Praça Garibaldi, era uma coisa material?

Claro que sim, era um prédio, tinha lá dentro mesas, cadeiras, fogões, pias, pessoas. Mas para mim, que há dias me pego pensando em momentos marcantes que vivi lá, e para as milhares de pessoas cujas lembranças as arrastam também para lá, o Copacabana tornou-se um patrimônio imaterial.

Quem poderá apagar nossas memórias? 

[Continua]


Leia a crônica completa neste link.


A revista Parêntese é a publicação de final de semana do Matinal Jornalismo, editada pelo professor Luís Augusto Fischer, é recheada de ideias e boas histórias. 

Assinantes do Matinal têm acesso às mais de 50 edições da revista, e podem ler todo o conteúdo tanto no site quanto em e-readers.

Leia a Parêntese. Faz bem à beça.

Quero ler a Parêntese


Cultura

Fantomaticos apresenta passeio sonoro urbano

A banda Fantomaticos. Foto: Fábio Alt

As ruas de Porto Alegre compõem a paisagem sonora de Esquinas, quarto álbum do grupo Fantomaticos, formado por André KrauseAugusto SternGuilherme FialhoPedro Petracco e Rodrigo Trujillo. O disco reúne nove singles lançados ao longo de 2020 e outras três faixas com títulos como Borges com AndradasOsvaldo com João Telles e a canção mais recente do grupo, Pelas EsquinasLeia a matéria do repórter Ricardo Romanoff.

Receba a agenda completa


Você viu?

Topa nadar pelo Guaíba? Este grupo do projeto Nadando Pelos Cartões Postais fez um trajeto 3,7 quilômetros no extremo-sul de Porto Alegre, onde a transparência do lago permite ver, sob o reflexo do sol, o fundo forrado de pedras lacustres. Os cerca de 90 participantes, que antes se reuniam exclusivamente para a prática do esporte, adotaram a bandeira ambiental nos últimos meses. “Precisamos cuidar dos locais belos do Guaíba, que muita gente nem sabe que existem. Olha isso aqui: sol, água e esporte. Faz bem pra saúde” disse o engenheiro eletrônico e nadador Francismar Silveiro, de 65 anos, a GZH. O próximo encontro será em 24 de janeiro, em Palmares do Sul. Os encontros são combinados em um grupo do WhatsApp, e novos integrantes são aceitos. Saiba mais aqui.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.