Matinal News

População de rua da Capital fica para trás na vacinação

Change Size Text
População de rua da Capital fica para trás na vacinação

Apesar do avanço da vacinação contra a Covid-19 no RS, há uma parcela da população que precisa de mais atenção. Em Porto Alegre, menos da metade da população em situação de rua foi imunizada contra a doença com as duas doses. A meta da Prefeitura é atender 2.674 pessoas nesta condição, mas, até agora, apenas 1.799 tomaram uma dose da vacina (67,2%), enquanto 963 (36%) receberam as duas injeções. Os índices são muito abaixo da média total da Capital, que já vacinou 96,8% da população, enquanto 73,2% já completaram o esquema vacinal. 

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, há desafios em série para alcançar esse público. Um dos obstáculos é convencer as pessoas de que é necessário se vacinar contra o coronavírus, em um contexto de outras adversidades como fome e violência. A falta de estrutura é outro fator: um dos entrevistados pelo Correio do Povo sequer havia recebido uma dose da vacina por não ter carteira de identidade. 

Hoje nem a própria SMS tem como mensurar o impacto da Covid entre as pessoas em situação de rua, que formam um grupo que cresceu em torno de 20% na pandemia. Com mais de um ano e sete meses desde o primeiro diagnóstico de coronavírus em Porto Alegre, não há dados sobre óbitos entre essa parcela da população. “Não é notificada a condição ‘em situação de rua’ junto com a causa da morte”, segundo a pasta informou ao Correio. 

Quando há dados, esses mostram que a vacinação é o caminho para deixar a pandemia para trás. Com 76,4% da população já completamente vacinada, ontem, o RS celebrou outra marca: mais da metade dos adolescentes com uma dose no braço. O reflexo disso se traduz em números: o Estado registrou ontem o menor índice da média móvel de mortes por Covid-19 desde 25 de junho de 2020. Ao todo, o RS já contabilizou 35.070 óbitos relacionados à pandemia.

O que mais você precisa saber

Passaporte vacinal divide a base de Melo – Bastante coesa nesta legislatura, a base de apoio do governo Sebastião Melo (MDB) deu indício de um racha na tentativa de análise de veto do prefeito à emenda que exige a apresentação da carteira de vacinação completa para ingressar em estádios de futebol – que acabou não ocorrendo, por falta de quórum na sessão dessa quarta. Parlamentares da base divergiram entre si sobre a decisão de Melo. Clàudio Janta (Solidariedade) citou que o direito individual de não se vacinar não pode ser colocado acima da saúde pública; já a Comandante Nádia (DEM) afirmou que a questão é de “controle social”. Em nível estadual, a exigência da apresentação da carteira de vacinação contra a Covid para eventos de grande porte se tornará obrigatória a partir da próxima semana. Serão cinco grupos – de casamentos a competições esportivas – em que a comprovação da imunização deverá ser apresentada pelo público.

Prefeitura descarta VLT no Centro – Mesmo preferido por mais de 60% da população de Porto Alegre consultada na elaboração do Relatório de Participação da Sociedade (aqui, em pdf), o VLT não será implementado. O documento faz parte do programa de reabilitação do Centro da Capital. Adotados em diversas cidades – inclusive no Rio de Janeiro, que serviu de inspiração à gestão Melo –, os trens leves não vão virar uma realidade por aqui. A Prefeitura não identificou a implementação como “prioritária” no âmbito do projeto de revitalização da área, também em razão da sua complexidade. No mesmo documento, que foi anexado à proposta enviada à Câmara, o Executivo se propõe a adotar a solução de vias compartilhadas no Centro, com abertura de ruas para veículos, mas sem deixar de priorizar o pedestre. Enviado no fim de setembro aos vereadores, o projeto da Prefeitura poderá fazer a população do Centro dobrar caso seja aprovado. Nesta reportagem, o Matinal aborda o assunto a partir da opinião de especialistas.  

Cozinha Solidária entrega refeições em praça de Porto Alegre após reintegração de posse – Após a reintegração de posse, feita  na manhã de ontem com o apoio da Polícia Federal, a Cozinha Solidária da Azenha precisou mudar de lugar. A iniciativa do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, porém, segue em funcionamento. Agora, a distribuição de refeições a moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social ocorre na praça Princesa Isabel, enquanto a produção é realizada na rua Marcílio Dias. A Cozinha Solidária havia sido instalada em 26 de setembro em um terreno na Avenida da Azenha que pertence à União. Desde então, mais de 2 mil refeições foram servidas pelo movimento, que já prepara uma nova campanha de doações. O Governo do Estado sinalizou com a possibilidade de ceder um espaço no bairro Praia de Belas para o funcionamento da Cozinha, mas o movimento gostaria de permanecer na Azenha, uma região com maior vulnerabilidade social.

Outros links:

  • A região de Capão da Canoa recebeu um novo aviso do governo do RS dentro do sistema de controle de disseminação da Covid-19. A área apresentou piora em alguns indicadores, segundo técnicos do GT Saúde.
  • A secretária adjunta da Saúde de Porto Alegre pediu exoneração. Ana Carolina dal Ben estava no cargo desde fevereiro de 2021.
  • A nomeação (e a desistência) de um ex-detento a um cargo no Governo do Estado motivou o secretário Ronaldo Nogueira a propor uma reflexão do caso: “Estado tem que atuar para punir e recuperar”.
  • Após duas semanas, a diretora e o assistente diretivo de uma unidade da Fase retornaram aos seus cargos. Eles haviam sido afastados após denúncias de maus-tratos.
  • Promotores e procuradores do Ministério Público organizaram ontem um protesto contra a PEC Nº 5. A proposta sugere alterar a composição do Conselho Nacional do MP e possibilita a interferência política.
  • Em meio a sua restauração, o Laçador ganhará uma espécie de esqueleto de aço para ajudar na sua sustentação.
  • Dados divulgados pelo DEE apontam que as contratações formais subiram 4,7% entre janeiro e agosto no RS.
  • Aliás, uma plataforma especializada tem mais de 2 mil vagas de empregos temporários abertas no RS.
  • E o Hospital de Clínicas também está com processo de admissão aberto para profissionais de diversas áreas. As inscrições vão até o próximo dia 8.

Vacina, sim!

A vacina contra a Covid será aplicada em mais de 50 locais nesta quinta em Porto Alegre. Idosos com 60 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 14 de abril e imunossuprimidos com esquema vacinal completo até 16 de setembro podem receber a dose de reforço hoje.


OFERECIMENTO


Cultura

O homem que não vendeu sua alma

Foto: Pandora Filmes

Indicado aoOscar de 2021 de Melhor Filme Internacional, O Homem que Vendeu Sua Pele (2020), de Kaouther Ben Hania, acaba de estrear no circuito comercial no Brasil. O longa estrelado por Yahya MahayniMonica BellucciDea Liane e Koen De Bouw acompanha Sam Ali, um jovem sírio sensível e impulsivo que trocou seu país pelo Líbano para escapar da guerra. Ao retratar dois mundos opostos, o das artes e o dos refugiados, o filme propõe uma reflexão sobre afortunados e condenados. Leia a resenha de Roger Lerina.

Agenda (🔒)

Começam hoje as festividades de comemoração dos 152 anos do Mercado Público de Porto Alegre. Serão seis dias de show híbridos, transmitidos ao vivo. Às 21h tem João de Almeida Neto.

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

O “descobrimento” da América completou aniversário nesta semana. Mas o “novo mundo” em que Cristóvão Colombo pôs os pés em 12 de outubro de 1492 era bem diferente daquilo que muitos relatos da Europa fizeram parecer. Entre 40 e 60 milhões de pessoas viviam no continente que viria a se chamar América, cerca de 1,2 mil idiomas diferentes eram falados e a sociedade contava com estruturas quase democráticas. Este especial da BBC Brasil, com entrevista do historiador Charles C. Mann, autor de “1491 – Novas revelações das Américas antes de Colombo”, busca traçar um panorama mais realista do que era, de fato, a América antes da chegada dos europeus.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.