Matinal News

Porto Alegre tem mais de 19 mil pessoas com a segunda dose da Coronavac em atraso

Change Size Text
Porto Alegre tem mais de 19 mil pessoas com a segunda dose da Coronavac em atraso

exemplo do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Porto Alegre fez um alerta às pessoas que não estão comparecendo para receber a segunda dose da Coronavac contra a Covid-19. Conforme a Diretoria da Vigilância da Secretaria Municipal de Saúde, mais de 19,3 mil pessoas já receberam a primeira aplicação do imunizante há mais de 28 dias, extrapolando o prazo previsto para a segunda dose – em nível estadual esse número chega a 100 mil. Em outra frente, o secretário Mauro Sparta projetou que a Capital poderá iniciar a vacinação da faixa etária de 62 anos ainda nesta semana. Tudo, porém, dependerá da chegada de uma nova remessa de vacinas. Ontem, Porto Alegre viu a ocupação de seus leitos de UTI baixar de 100% pela primeira vez desde o início de março.

Vacinados, profissionais de saúde veem queda de casos na categoria – Nesta semana, a campanha de vacinação contra a Covid-19 completa três meses no RS – que proporcionalmente é o estado que mais aplicou vacinas. Um dos primeiros públicos a serem imunizados, o grupo de profissionais da saúde nota uma queda significativa de casos, o que é atribuído à vacinação. Já com todos os seus cerca de 10 mil funcionários vacinados, o Grupo Hospitalar Conceição teve uma média móvel de 21,6 casos por dia em julho, durante a primeira onda da pandemia em Porto Alegre. No fim de março, esse índice estava em 4,6. Redução semelhante foi observada no Hospital de Clínicas, que também é referência no tratamento à Covid-19.

Quase 40% das mortes por Covid-19 ocorreram fora da UTI no primeiro trimestre – Mas se o avanço da vacinação é considerável no Estado e em Porto Alegre, quem ainda não foi imunizado enfrenta ou enfrentou situações complicadas na busca por atendimento. Ao longo do primeiro trimestre, dois hospitais da Capital, o Conceição e o Vila Nova, ficaram entre os dez primeiros no Brasil onde mais pacientes com Covid-19 ou Síndrome Respiratória Aguda Grave não especificada morreram sem chegar à UTI. O levantamento foi feito por GZH com dados do Ministério da Saúde de 6.931 hospitais. O Conceição é o nono e o Vila Nova, o 10º neste ranking. Conforme o jornal, 4.008 pessoas com Covid-19 morreram fora de um leito de UTI no RS entre 1º de janeiro e 28 de março. É quase 40% do total de óbitos relacionados ao coronavírus no período. Não é possível confirmar que todos precisariam de leitos de UTI, mas especialistas ouvidos pela reportagem relacionam a sobrecarga do sistema com a maior mortalidade.

Leite pede a Nunes Marques medida para volta das aulas presenciais no RS – Com meta de assegurar o retorno das aulas presenciais para os ensinos Infantil e Fundamental (1º e 2º anos), o governador Eduardo Leite fez dois movimentos sobre o assunto. O primeiro ocorreu em uma conversa com o ministro do STF Kassio Nunes Marques, em que foi solicitada uma medida cautelar que derrube a ação judicial que impede a volta de alunos às salas de aula. Além disso, Leite confirmou que pediu ao Ministério da Saúde para que priorize a vacinação de professores, principalmente dos docentes que atuam no ensino infantil. As aulas presenciais no RS estão suspensas por força de liminar desde o início de março. A medida segue válida enquanto estiver vigente a bandeira preta no modelo de distanciamento controlado.

Auxílio emergencial do RS deve começar a ser pago em 30 dias – Ainda ontem, Eduardo Leite sancionou os projetos que criam o auxílio emergencial no Estado. A ser pago em duas parcelas, o benefício será de 1 mil reais para empresas e de 400 reais para microempreendedores individuais, desempregados e mulheres chefes de família. Os depósitos devem começar a ser efetuados dentro de 30 dias, após a publicação de um decreto regulamentando o auxílio e detalhando todo o processo desde a solicitação até o pagamento. Leite também sancionou a redução das taxas do Detran. O governador calculou que as duas medidas, mais a extinção do imposto de fronteira e a redução de alíquotas do ICMS, fazem com que 870 milhões de reais deixem de ir para os cofres públicos para circularem na sociedade.

Vacina, sim!

A vacinação contra a Covid-19 segue para o público com idade igual ou superior a 63 anos hoje. As doses serão aplicadas em 30 unidades de saúde, entre 8h e 17h. Três pontos de drive-thru, no BIG Sertório, no BarraShopping e na PUCRS, também auxiliarão na imunização. 

Outros links:

  • A CPI que apura mortes de pacientes em hospital de Campo Bom ouvirá testemunhas nesta semana. Polícia Civil e Ministério Público também investigam o caso.
  • Com objetivo de prestar orientações nas áreas jurídica, social e psicológica, foi criada em Porto Alegre a Associação de Vítimas e Familiares de Vítimas da Covid-19.
  • Pesquisadores de Caxias do Sul desenvolveram um ventilador pulmonar portátil. O protótipo, chamado de Thor, pode ser transportado de maneira fácil, dentro de hospitais e até mesmo em ambulâncias.
  • Em entrevista à Rádio Gaúcha, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), elogiou Eduardo Leite e declarou apoio ao gaúcho (🔒) em uma eventual candidatura para a presidência em 2022.
  • O Piratini estimou publicar o edital de concessão da Rodoviária de Porto Alegre até o dia 28. O cronograma prevê a abertura dos envelopes com as propostas no fim de julho e a assinatura do contrato, em dezembro.
  • O governo do RS publicou o edital para receber os estudos da concessão de aeroportos regionais. A medida diz respeito aos terminais de Passo Fundo e Santo Ângelo.
  • A logística, por sinal, é um dos principais desafios do RS em um cenário de safra recorde de soja. O volume colhido a mais neste ano exige o equivalente a 330 mil viagens extras de caminhão do que em 2020.
  • A recuperação das escadas rolantes estragadas da Trensurb deverá ser concluída até agosto (🔒). A empresa responsável pelo serviço atuará nos próximos cinco anos e receberá 2,47 milhões de reais.
  • Um programa de gestão do RS abriu vagas para as cidades de Porto Alegre e São Paulo. As inscrições podem ser feitas pela internet e vão até esta sexta-feira. São seis postos na Capital e outros quatro em solo paulista.
  • O novo centro de distribuição do Magazine Luiza no RS irá gerar 510 postos de trabalho (🔒). O local, que fica em Gravataí, terá 360 empregos diretos e outros indiretos.

O affair Prêmio Trajetórias

Na estreia da seção Pensata, um artigo de Henrique de Freitas Lima engrossa o coro de críticas à lista preliminar de classificados no Edital Prêmio Trajetórias Culturais – Mestra Sirley Amaro, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) em parceria com o Instituto Trocando Ideia.

“A Prefeitura de Porto Alegre premiou as trajetórias locais sem maiores percalços. Com muito mais dinheiro, a Secretaria da Cultura do RS (Sedac) optou por realizar dois editais e terceirizar três, incluindo nestes o Prêmio Trajetórias Culturais RS, o mais aguardado e supostamente o mais objetivo de ser julgado. Vã expectativa, Batman.”

Leia o artigo completo aqui.


Cultura

Sete documentários imperdíveis do É Tudo Verdade

“Glória à Rainha”. É Tudo Verdade/Divulgação

A 26ª edição do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, realizada em formato online e gratuito até 18 de abril, reúne 69 títulos de 23 países em plataformas de streaming e no Canal Brasil. Roger Lerina selecionou sete filmes imperdíveis que integram a mostra. Confira a lista.

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa

Agenda do Cine Esquema Novo 2021

Às 11h, Caminhos Encobertos (Beatriz Macruz e Maria Clara Guiral) e Performatividades do Segundo Plano (Frederico Benevides e Yuri Firmeza) são os filmes debatidos no YouTube e no Facebook, com mediação de Adriana Androvandi. Às 17h, o CEN debate 13 Ways of Looking at a Blackbird (Ana Vaz), Antes do Azul (Romy Pocztaruk) e O Mundo Mineral (Guerreiro do Divino Amor), com mediação de Giordano Gio.

Às 13h, no Instagram a jornalista Bruna Paulin dá sequência a série de bate-papos Abrindo os Cadernos, com os realizadores de Nuhu Yãg Mu Yõg Hãm: Essa Terra É Nossa! (Carolina Canguçu e Roberto Romero) e Homens Invisíveis (Luis Carlos de Alencar), filmes que integram a Mostra Outros Esquemas.

Às 19h, o segundo debate do seminário Pensar a Imagem tem como tema Olhares opositores na curadoria, com os pesquisadores Rayanne Layssa e Igor Simões, em transmissão no YouTube e no Facebook.

A live Shot Esquema Novo, no Instagram, recebe a cantora Valéria e artista visual Romy Pocztaruk, respectivamente protagonista e diretora de Antes do Azul, às 21h. A convidada das 21h40 é a realizadora Lia Letícia.

Todos os filmes do festival estão disponíveis de forma online e gratuita até 15 de abril. Para mais informações, acesse o site do Cine Esquema Novo.


Você viu?

Em um momento nostálgico no Twitter, Fernando L’Overture fez um fio reunindo trechos de livros de escritores estrangeiros que relembram a Porto Alegre do passado. Em “Linhagens do presente”, de 2002, Aijaz Ahmad vê semelhanças do estado de Kerala com a “natureza experimental do governo municipal” da capital gaúcha. Já em “Democracia contra capitalismo”, também de 2002, Ellen Meiksins Wood cita que movimentos anticapitalistas de todo mundo teriam muito a aprender com o governo de Porto Alegre. Na obra de Erik Olin Wright ,”Como ser anticapitalista no século XXI”, mais recente, de 2019, o autor até menciona o Orçamento Participativo, que nasceu no município gaúcho em 1990 e “se espalhou para o mundo”. Nesta reportagem publicada no ano passado, o Matinal avaliou a situação do OP no meio da pandemia e resgatou um pouco da história dessa iniciativa pioneira.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.