Matinal News

Porto Alegre vislumbra vacinar todos seus idosos nos próximos dias

Change Size Text
Porto Alegre vislumbra vacinar todos seus idosos nos próximos dias

A entrega pelo Instituto Butantan de 5 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde na segunda-feira passada deixa Porto Alegre com a expectativa de conseguir atingir todas as faixas de idosos já nos próximos dias. Existe otimismo, baseado na proporção das últimas remessas, mas o plano depende de quantas doses a cidade receberá – a entrega deve ocorrer ainda nesta semana. A Capital tem 63.154 habitantes (🔒) entre 60 e 65 anos.

Por ora, a Secretaria Municipal da Saúde estima que o estoque atual vá terminar amanhã, quando o pessoal a partir de 66 anos começa a ser imunizado. Titular da pasta, Mauro Sparta afirmou à Rádio Guaíba que, dependendo da quantidade que chegar, haverá vacinação aos fins de semana. “A ideia é a cada dia aumentar a rede e a abrangência”, garantiu ele, em um momento que a ocupação tanto de hospitais quanto de UPAs é além da capacidade estimada.

Publicidade
Publicidade

Em meio a essa expectativa, o Governo do Estado aguarda decisão do Ministério da Saúde para antecipar a vacinação de profissionais da educação e da segurança, que estão mais para o fim da fila de 29 subgrupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Imunização. O argumento do Piratini é para permitir o retorno das aulas e proteger as forças de segurança, já que ambos têm contato direto com a população. Ao todo, as duas categorias no RS têm mais de 225 mil pessoas.

Ritmo de vacinação – Desde janeiro, o Rio Grande do Sul já recebeu 2.216.450 doses de vacinas contra a Covid-19. Dessas, 2.148.740 foram distribuídas, mas somente 1.377.454 (64% do total) haviam sido aplicadas até ontem à noite, conforme a Secretaria Estadual da Saúde. Essa diferença motivou a deputada Luciana Genro (PSOL) a propor a criação de uma força-tarefa para acompanhar o ritmo da campanha. “Não é possível que tenhamos um estoque de vacinas paradas no pior momento da pandemia”, afirmou ela, ao Jornal do Comércio.

A SES acredita que há demora dos municípios em atualizar os dados. Eles têm 48 horas para registrar as aplicações efetuadas. A pasta afirmou que incentiva a administração de todo volume à disposição e informou que está verificando com as prefeituras os casos mais críticos.

O que mais você precisa saber

Entidades clamam por flexibilizações no feriado de Páscoa – Mesmo diante do colapso do sistema de saúde no Rio Grande do Sul, 13 entidades de alimentação e hotelaria das principais regiões turísticas do Estado fizeram uma cobrança mais forte ao governo estadual pela abertura de estabelecimentos. A solicitação é para que os locais possam funcionar em mais horários durante a semana e nos sábados e domingos. O anúncio do auxílio emergencial gaúcho para empresas não satisfez a categoria, que ainda exige mais exceções. Já a Associação Gaúcha de Varejo sugeriu a troca de dias para assegurar o funcionamento (🔒) de comércios no sábado de Páscoa. A ideia seria fechar na segunda-feira seguinte como compensação. 

Projeto de embelezamento de Porto Alegre fecha primeiras parcerias – O projeto de embelezamento de Porto Alegre começou a tomar forma a partir do anúncio do prefeito Sebastião Melo (MDB), que confirmou as primeiras duas parcerias comunitárias de doação e de adoção de espaços públicos. A cartilha com orientações para empresas e pessoas físicas interessadas na iniciativa foi apresentada na semana passada e pode ser acessada no site da prefeitura. No rol de locais que podem ser adotados estão praças, parques, parques urbanos, áreas verdes, passarelas, além de fachadas de prédios públicos, monumentos e pontes. Os adotantes receberão um certificado de prefeito do espaço e um diploma, além da publicação do título no Diário Oficial de Porto Alegre, no portal e nas redes sociais da Prefeitura.

Dmae apresenta pacote de obras para o primeiro semestre de 2021 –  Um pacote de obras do Dmae para o primeiro semestre de 2021 foi apresentado pela prefeitura de Porto Alegre e pela diretoria-geral do departamento. A lista de investimentos ultrapassa os 110 milhões de reais com recursos próprios e externos para projetos já contratados. Além disso, há ainda mais de 40 milhões de reais em obras agendadas ou que já começaram nos primeiros meses do ano. Em outra frente, o prefeito Sebastião Melo quer cobrar do Governo do Estado os gastos da administração municipal com a água usada por detentos no Presídio Central. Ele alegou que a cidade paga 1 milhão de reais por mês, através do Dmae, pela conta dos 3,5 mil presos no local. Em fevereiro, o Matinal mostrou que a gestão do prefeito anterior, Nelson Marchezan, sucateou o Dmae porque queria privatizá-lo. As inspeções feitas pelo TCE nos últimos três anos partiu de denúncias de que houve a retirada de autonomia do órgão, o que resultou na piora dos serviços. Na segunda matéria, mostramos que o tribunal determinou que a atual prefeitura não aceitasse os estudos feitos pelo BNDES para privatizar o saneamento na Capital.

Outros links:

  • Por meio de uma carta, a Prefeitura de Porto Alegre questionou a reportagem do The New York Times sobre o colapso na saúde na Capital.
  • O mais recente decreto do governo do RS estabeleceu um auxílio financeiro aos municípios gaúchos. O recurso de mais de 4 milhões será usado na fiscalização de ações para conter a disseminação da Covid-19.
  • O MP investiga em Bagé a alteração no cronograma de vacinação feito pelo Ministério da Saúde. Com a modificação, a imunização de agentes funerários foi antecipada, e dez pessoas já receberam a primeira dose.
  • A rede privada já começou a disponibilizar a vacinação contra a gripe. O imunizante H1N1 Tetravalente pode ser encontrado em farmácias e clínicas particulares. E em Porto Alegre, o preço varia entre 89 e 150 reais.
  • O RS abriu mais vagas de emprego formal do que fechou em fevereiro de 2021. Segundo o Caged, o saldo positivo em solo gaúcho foi de 29,5 mil postos, com 117 mil carteiras assinadas contra 88,4 mil demissões.
  • O projeto que prevê mudanças em taxas do Detran teve a sua votação adiada para o dia 6 de abril na Assembleia. A matéria começou a ser discutida ontem, mas houve retirada de quórum da base do governo.
  • O coronel Rodrigo Mohr Picon está deixando o comando da Brigada Militar. Ele irá assumir uma vaga como desembargador do Tribunal de Justiça Militar do RS.

Cultura

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.


Você viu?

A paisagem e a fotografia mudam, mas a história fica. O epigramas, um perfil no Instagram, foi criado para mostrar, em fotografias, a presença da ditadura militar em Porto Alegre. O compilado de imagens percorre os mais diversos locais da Capital, endereços de fatos importantes e deixa uma referência ao acontecimento. A ideia até permite aos seguidores uma viagem, uma volta a um tempo que não se quer ver mais. As mensagens também têm o intuito de mostrar que a repressão do passado jamais deve ser trazida ou reeditada para o presente.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.