Matinal News

Prefeitura planeja trocar oito comportas por muro contra enchentes

Change Size Text
Prefeitura planeja trocar oito comportas por muro contra enchentes Esta é a quarta vez na história que Porto Alegre fecha as comportas do Cais Mauá | Foto: Luciano Lanes/ PMPA

O Dmae está desenvolvendo projeto para retirar definitivamente oito das 14 comportas que integram o Sistema de Proteção Contra Cheias de Porto Alegre. No lugar delas, seriam construídos muros de concreto. Outra comporta deve ser fechada parcialmente, mantendo um vão de acesso ao porto para pedestres e veículos. “Tínhamos um fluxo de cargas que embarcavam e desembarcavam nos armazéns e isso está completamente desativado”, argumenta o diretor-geral do Dmae, Mauricio Loss, justificando o projeto – cuja elaboração deve ser concluída em 30 dias para, então, a prefeitura contratar a execução da obra. “Tiramos essa preocupação de saber se a água vai passar ou não e colocamos o muro, justamente para segurança dos porto-alegrenses”, diz Loss. No dia 6 de maio, a Matinal mostrou que, segundo ex-diretores do Departamento de Esgoto Pluvial (DEP) e do Dmae, o descaso e despreparo da prefeitura com a manutenção do sistema causaram falhas na engrenagem de proteção.

Saiba mais sobre as novas inundações na capital e região metropolitana

  • Diante do entulho que ainda não foi recolhido, moradores do Sarandi, na zona norte, tiveram que lidar com novos alagamentos onde a água já havia baixado. “Estamos ilhados. De um lado, tem alagamento, de outro tem entulho. Minha mãe tem uma doença que seguido precisa sair de casa”, relatou um dos moradores a GZH.
  • Na Av. Presidente Franklin Roosevelt, no São Geraldo, o presidente da Associação de Empresários do 4º Distrito Atingidos pela Enchente, Arlei Romeiro, chegou a ir para as ruas pedir para que motoristas não tentassem atravessar as áreas alagadas, mesmo que prejudicasse as lojas no local. Bairros como Humaitá e Farrapos também registraram transtornos frente ao acumulado de chuva.
  • Na Ilha da Pintada, a Marinha fez o resgate de três famílias depois que a água voltou a invadir as ruas – a previsão de mais chuva fez a Defesa Civil manter o alerta para a região. A evacuação não está descartada.
  • Em Eldorado do Sul, ao menos 100 famílias foram removidas das residências durante a madrugada. Devido ao aumento do nível dos rios Caí e dos Sinos, moradores também tiveram que sair de casa em Nova Santa Rita, na região metropolitana. Usado como aeroporto civil provisório, partes da Base Aérea de Canoas também ficaram alagadas.

Veja a íntegra da Matinal News desta quinta-feira, 20 de junho.

RELACIONADAS

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.