Matinal News

PTB vai de Melo, mas candidatos disputam votos que seriam de Fortunati

Change Size Text
PTB vai de Melo, mas candidatos disputam votos que seriam de Fortunati

O que você precisa saber hoje

Fortunati renuncia e PTB apoia Melo – Horas depois de José Fortunati retirar sua candidatura, o PTB, seu partido, confirmou apoio a Sebastião Melo (MDB). Fortunati desistiu da disputa depois que sua chapa foi indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral devido a irregularidades na nomeação do vice André Cecchini (Patriota), tudo isso a poucos dias da eleição. Os nomes de ambos aparecerão nas urnas, mas os votos serão considerados nulos. Até a tarde ontem, segundo a colunista do Correio do Povo Taline Oppitz, Fortunati estudava se participaria ou não da campanha daquele que foi seu vice na eleição de 2012. Assim que o ex-prefeito informou que estaria fora do pleito, adversários manifestaram-se publicamente e agora correm atrás dos votos que iriam para a chapa de Fortunati.

Candidatas laranja denunciam PSL no MPE-RS – Oito candidatas à Câmara de Vereadores de Porto Alegre protocolaram no Ministério Público Estadual uma denúncia contra o PSL, partido pelo qual concorrem. Segundo reportagem do Sul21, elas afirmam que a sigla não repassou os montantes publicados no site do Tribunal Superior Eleitoral como tendo sido destinados a elas. As candidatas ouvidas pelo Sul21 concorrem pela primeira vez e alegam que o partido não deu nenhum tipo de ajuda de material ou orientação para suas campanhas, conforme havia sido prometido. O tratamento recebido pela sigla levou as candidatas à suspeita de terem sido convidadas para concorrer apenas para cumprir a norma que exige o mínimo de 30% para um dos gêneros entre as candidaturas de cada partido. Contatado por e-mail, o PSL respondeu que se trata de uma questão “administrativa da área de contabilidade, não possuindo qualquer conotação política”. O partido faz parte da coligação Mais Porto Alegre, da chapa encabeçada por Nelson Marchezan Jr (PSDB).

Irregularidades na Associação dos Amigos do Theatro São Pedro – Uma auditoria da Contadoria e Auditoria Geral do Estado (Cage) apontou irregularidades na contratação da Associação Amigos de Theatro São Pedro pela Fundação Theatro São Pedro. O contrato, firmado em 2014, foi feito com dispensa de licitação. Outro problema foi o fato de o presidente da associação, José Roberto Diniz, ter cargo de chefe de gabinete na fundação, sendo contratante e contratado ao mesmo tempo. Moraes é um dos alvos da investigação Operação Bastidores, que foi deflagrada pela Polícia Civil nesta quarta, dia 11. O contrato, que vinha sendo renovado, tinha como objetivo fornecer mão de obra para atividades dentro da fundação. Pelo acordo, a assessoria tinha autonomia para decidir a empresa que prestaria terceirizado, e acabava demandando serviços que estavam fora do escopo. Em nota, a Associação de Amigos do Theatro São Pedro afirmou que as negociações com a fundação tinham sido retomadas nos últimos meses, além de que as as prestações de contas já descreviam as atividades feitas, e que eram recebidas apenas glosas sobre divergências de interpretação do contrato.

Hacker invade sistema do TJRS – Na semana seguinte a um grande ataque hacker na rede do Superior Tribunal de Justiça, ontem foi a vez do sistema do Tribunal de Justiça do RS (TJRS) ter sido alvo de um ataque hacker. A invasão foi no eproc. O hacker postou foto de um jovem de boné, com a aba cobrindo o rosto e os dois dedos do meio levantados. Havia uma frase crítica: “Sistema de justiça é corrupto”. No início da tarde, o TJRS emitiu uma nota comunicando a estabilização do portal e negando que tenha havido maiores comprometimentos. Conforme o órgão, processos e banco de dados não foram atingidos: “O problema já foi corrigido, com o reforço de proteção para impedir novos acessos, bem como medidas já foram adotadas para rastrear a autoria do ato”. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Outros links:


Cultura

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Às 19h, em live do Goethe-Institut Porto Alegre, a escritora macuxi Julie Dorricoconversa com o escritor e contador de histórias maraguá Roni Wasiry Guará. Leia a entrevista com Dorrico sobre literatura indígena. 

TAG – Experiência Literárias promove, às 21h, a segunda conversa da série As Páginas Vibrantes da América Latina. O tema é o impacto da repressão sobre a escrita e o da escrita sobre a repressão, com Amelinha Teles, integrante da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, e o escritor Julián Fuks, vencedor do prêmio Jabuti com o livro A Ocupação. A mediação é do jornalista Juremir Machado da Silva.

A série de lives No Meu Canto, do Instituto de Cultura da PUCRS, tem como convidado Seu Jorge, às 21h.

E mais.

Receba a agenda completa


Você viu?

Uma das profissões que mais sofreram com a falta de regulamentação, as trabalhadoras domésticas contam há um tempo com um aplicativo que ajuda a entender melhor a legislação – com explicações em texto e áudio – e monta uma rede de contatos para conectar e organizar a comunidade de trabalhadoras. O impacto do aplicativo lhe rendeu o prêmio Equals In Tech 2020 na categoria “acesso” em Genebra, na Suíça. O nome do app, Laudelina, é uma homenagem à Laudelina de Campos Melo, ativista do movimento negro que criou a primeira associação de trabalhadoras domésticas do Brasil em 1936.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.

O matinal
PRECISA
de você

Precisamos bater a meta do nosso crowdfunding para seguirmos ativos em 2021

O matinal
PRECISA
de você

Precisamos bater a meta do nosso crowdfunding para seguirmos ativos em 2021