Matinal News

Sem estiagem, PIB gaúcho sobe 27,7% neste segundo trimestre

Change Size Text
Sem estiagem, PIB gaúcho sobe 27,7% neste segundo trimestre

O PIB do Rio Grande do Sul apresentou uma alta de 2,5% no segundo trimestre em relação aos três primeiros meses de 2021. Comparado ao mesmo período do ano passado, o índice avançou 27,7%. As taxas do Estado superam o desempenho registrado no Brasil (-0,1% e +12,4%, respectivamente). No acumulado de 2021, a alta no PIB gaúcho chega a 16,2% em relação ao primeiro semestre de 2020, desempenho também superior ao observado no País (+6,4%). “Os resultados do segundo trimestre e do acumulado do ano são reflexos da recuperação da forte estiagem que atingiu o Estado durante os meses de verão em 2020, que tiveram consequências significativas sobre a produção agrícola gaúcha”, destacou a pesquisadora e coordenadora da Divisão de Análise Econômica do DEE/SPGG, Vanessa Sulzbach, ao Correio do Povo.

Criticado por urbanistas, projeto carioca de revitalização do Centro inspira Prefeitura de Porto Alegre

Promessa de campanha de Sebastião Melo (MDB), o projeto de “embelezamento” do Centro Histórico está em sua fase inicial. Apresentado em abril, o programa da Prefeitura de Porto Alegre prevê alterações urbanísticas, inclusive na altura e no tipo de edificações que poderão ser construídas no bairro. No início de agosto, Melo e os secretários Cezar Schirmer e Germano Bremm desembarcaram no Rio de Janeiro em busca de inspiração para o projeto daqui.

Sob comando de Eduardo Paes (PSD), a capital fluminense também está em processo de revitalização do seu centro, com projeto já aprovado na Câmara de Vereadores no fim de junho, o Reviver Centro. Mas, diferentemente do que pensa o governo Melo, urbanistas vêm criticando o projeto carioca especialmente por privilegiar a exploração imobiliária de regiões saturadas da cidade.

​​Em agosto, Melo lançou o Centro+, projeto de revitalização do Centro Histórico que é coordenado pelo secretário do Planejamento e Assuntos Institucionais, Cezar Schirmer. Um dos principais eixos do Centro+, o Programa de Reabilitação do Centro Histórico de Porto Alegre pretende recuperar imóveis já existentes e ampliar o potencial construtivo na região, na tentativa de trazer mais moradores ao bairro. 

A exemplo do projeto carioca, Porto Alegre pretende ainda estimular o crescimento de outras zonas da cidade a partir de construções na área central. Na capital fluminense, uma das consequências pode ser saturar ainda mais bairros como Copacabana, um dos mais adensados do Rio de Janeiro. Para o presidente do IAB-RS, Rafael Pavan, projetos como a proposta de Melo caminham na contramão da tendência de crescimento populacional.

Leia a reportagem completa


O que mais você precisa saber

Falta de dados pode comprometer políticas contra a Covid – Reportagem do Sul21 aponta que quase um quarto das 4,4 mil vítimas da Covid-19 em Porto Alegre entre março de 2020 e junho de 2021 tinha ocupação “ignorada” em suas declarações de óbitos. Para um especialista em demografia ouvido pelo jornal, a situação pode indicar um determinado perfil para o grupo: “Existe na ciência toda uma literatura que diz que provavelmente esses ‘ignorados’ ou ‘não informados’, em geral, são pessoas mais vulneráveis”, explicou o professor do Campus do Litoral Norte da UFRGS Ricardo Dagnino. Sob outra perspectiva, a falta desses dados pode impedir a construção de políticas públicas. “Precisamos entender que essas pessoas fazem parte sim da sociedade, estão se contaminando e estão transmitindo essa doença e de que forma vamos colocar essas pessoas visíveis dentro do sistema de saúde para coibir que isso continue acontecendo”, afirmou a mestra em Ciências Sociais com habilitação em Políticas e Práticas Sociais, Lucilene Athaide.

Sem luz, Mirabal quer negociar com a Prefeitura – A Casa de Referência Mulheres Mirabal, que está sem luz por falta de pagamento da Prefeitura desde 1º de setembro, faz campanha pedindo negociação com o Município. O grupo deseja pagar pela própria energia, desde que assuma a propriedade do local que ocupa, antigo endereço de uma escola estadual, na Zona Norte. Já a prefeitura afirma que a ocupação é irregular e que não arcaria mais com despesas do espaço. O Executivo diz ter apresentado uma proposta de acolhimento para o grupo em outro lugar. Já a Mirabal alega que não foi  comunicada oficialmente sobre um novo endereço.

Vacina, sim!

Veja onde tomar a primeira dose da vacina contra a Covid em Porto Alegre. Já os locais para a segunda dose estão aqui

Outros links:


Cultura

Mito e realidade misturam-se em “A Última Floresta”

Foto: Pedro J. Márquez/Divulgação

Agenda (🔒)

Hoje

Festival Base Cultural arrecada fundos para a conclusão das obras do Galpão Cultural Casa de Hip Hop do Morro da Cruz, às 18h, na Base Biergarten.

Sábado (11/9)
A partir das 10h, o MARGS volta às suas origens na 1ª Exposição de Arte Brasileira Contemporânea: 1955/2021 — Resgate da Mostra de Estreia do MARGS e Formação Inicial do Acervo, com curadoria de Francisco Dalcol e Fernanda Medeiros.

Domingo (12/9) 
Às 17h, O Butiá recebe o show do Gil Jazz Trio, formado por Gilberto OliveiraLucas Fê e Tamires Duarte.

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Receba a agenda completa


Você viu?

Colaborador da Parêntese, o quadrinista Pablito Aguiar apresentou o projeto do “Mapa Cultural de Alvorada” para a Prefeitura de Alvorada, cidade onde vive. O objetivo da iniciativa é mostrar o patrimônio cultural dos bairros da cidade e o que eles representam para a comunidade. Realizado com recursos da Lei Aldir Blanc e da Fundação Marcopolo, o material deve ser distribuído em pontos como a Biblioteca Pública e as escolas do município. Se você ainda não conhece o trabalho do Pablito, veja os quadrinhos já publicados na Parêntese.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.