Reportagem

Janta critica prefeitura por auxílio de mil reais: “Aprovamos R$ 1,6 mil”

Change Size Text
Janta critica prefeitura por auxílio de mil reais: “Aprovamos R$ 1,6 mil” Janta disse buscar saída política para impasse sobre valor com a prefeitura | Foto: Fernando Antunes / CMPA

Autor da emenda que prevê valor máximo de R$ 1,6 mil no pagamento do auxílio Estadia Solidária a famílias de desalojados ou desabrigados pela enchente, o vereador Claudio Janta (Solidariedade) criticou a decisão da prefeitura de pagar R$ 1 mil aos beneficiários. À Matinal, ele informou que há parlamentares na Câmara articulando um questionamento ao município, o que, oficialmente, ainda não foi feito. 

A prefeitura afirma que a emenda era autorizativa, e não impositiva em relação ao valor de R$ 1,6 mil. Dos R$ 1 mil liberados, R$ 600 serão pagos pelo município e R$ 400 pelo governo do estado, segundo o executivo. Na prática, a administração manteve o valor que inicialmente havia proposto ao legislativo, e que acabou alterado no plenário.  

Publicidade

Para Janta, entretanto, a prefeitura tem uma interpretação equivocada do conteúdo aprovado em plenário – que contou inclusive com vereadores da base da gestão Melo. “Orientaram o prefeito errado nesta interpretação. Em nenhum momento tem a palavra ‘até’”, sustentou Janta. 

“O que nós dissemos é que o que tem aquele valor ‘máximo’”, afirmou. Janta explicou que o uso do termo “máximo” visa não haver diferenciação no pagamento de auxílios em valores diferentes, conforme a região. O parlamentar citou que o termo já constava no projeto original do auxílio, aprovado em 2023 para atender a afetados pela enchente de setembro do ano passado. Na ocasião, o município pagou três parcelas de R$ 700 – equivalente a 133,19 Unidades Financeiras Municipais (UFMs). Era o “valor máximo” estabelecido na lei aprovada. 

Trecho de artigo citado por Janta, que determinava o “valor máximo” que foi pago pela prefeitura em 2023

“O máximo se entende por isso”, reiterou Janta, que enfatizou: “Não foram os R$ 1 mil que aprovamos, aprovamos R$ 1.670”. 

O pagamento de R$ 1 mil foi questionado por vereadores da oposição. Líder do grupo, Roberto Robaina (PSOL) disse à Matinal que prepara uma ação judicial para na tentativa de elevar o valor. Janta contou que seguirá questionando a prefeitura, mas que, por ora, não deve embarcar em um processo: “Estamos tentando resolver na política”.  

À reportagem, o vereador Mauro Pinheiro (PP), que preside da Câmara, afirmou que não tinha recebido nenhum questionamento formal por parte dos parlamentares até o início da noite desta quarta-feira. 

De acordo com informações da própria prefeitura, 160 mil pessoas foram afetadas pela enchente em Porto Alegre. Dentre as famílias cadastradas no Cadastro Único – que identifica famílias na pobreza e na extrema pobreza –, foram 25.065 afetadas. Na segunda, a administração municipal informou que 3,9 mi famílias já estavam aptas para receber o Estadia Solidária. 


E-mail: [email protected]

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para o interesse público da nossa cidade sejam abordados: apoie-nos financeiramente!

O que nos permite produzir reportagens investigativas e de denúncia, cumprindo nosso papel de fiscalizar o poder, é a nossa independência editorial.

Essa independência só existe porque somos financiados majoritariamente por leitoras e leitores que nos apoiam financeiramente.

Quem nos apoia também recebe todo o nosso conteúdo exclusivo: a versão completa da Matinal News, de segunda a sexta, e as newsletters do Juremir Machado, às terças, do Roger Lerina, às quintas, e da revista Parêntese, aos sábados.

Apoie-nos! O investimento equivale ao valor de dois cafés por mês.
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS
;

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.