Cartas

À sua atenção

Change Size Text
À sua atenção

A bagunça instaurada no mundo, leitora e leitor, foi a matéria-prima do nosso trabalho. Nos debruçamos sobre o caos, essa ordem por decifrar, e buscamos trazer aos predicados os sujeitos que mereciam. Tragamos o intragável 2020 porque foi preciso escrever em nossas cartas de notícia o registro da história em fatos e ideias.

Mas sabíamos que, por maior que fosse o esforço, a mera publicação não produz efeito. Para que houvesse sentido, era preciso haver leitores. E na medida em que o Grupo Matinal era reconhecido pelo esforço em ajudar a entender o mundo ao redor, recebemos esse precioso presente que é a sua atenção.

Como revista, como newsletter, como jornalismo, sua atenção é um sinal de reconhecimento. A tecnologia nos permite medi-la pelo número de acessos, de cliques, de assinaturas. Somos muito gratos à sua atenção, que sozinha já nos bastaria.

Contudo, há uma coisa que só o humano produz e entende, que nunca foi nem será um dado frio. Algo que constrói laços e que nos torna comunitários e humanos, e que não esperávamos que fôssemos receber de forma tão intensa: o diálogo. Ele foi, leitora e leitor, um regalo inestimável, e a sua existência deixou sublime o sentido do nosso trabalho.

O contraponto, a discordância, o consenso, o apoio e a busca pela ideia de união foi nosso motor e incentivo. Deu à tinta da fala uma cor que não conhecíamos e ao verbo da escuta um efeito de transformação que não esperávamos.

Esse diálogo nos deu esperança.

Queremos que essa esperança, uma sensação que é tão bonita, vire o predicado mais vigoroso do ano que logo chega.

Muito obrigado,

Filipe Speck


  Filipe Speck – Diretor-executivo do Matinal

RELACIONADAS
marca-parentese

Abra um parêntese no seu fim de semana com jornalismo e boas histórias. Deixe seu email e receba toda semana as newsletters da revista Parêntese.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.