Crônica

Mais um vazio

Change Size Text
Mais um vazio

Sigo incomodada com ausências, com desacontecimentos silenciosos. A volta aos lugares, numa circulação menos urgente e utilitária pela cidade, tem me sacudido no encontro com mudanças incômodas. Não, não se trata de nostalgia ou dificuldade com o novo, como rapidamente julgariam os ditos progressistas. É algo de uma perda, de uma retirada sem aviso prévio ou justa causa. Pior: uma certa inanição social.

Volto a uma loja onde comecei a comprar quando fui mãe. E permaneci cliente, encontrando o que buscava, enquanto meus filhos cabiam naquele universo. Considero que de lá para cá tem um hiato de uns 10 anos. Mas esse tempo vai se relativizando na medida em que a gente avança na idade, não me parece muito, parece um pouco ontem. Até porque o que fui buscar no mesmo lugar segue sendo necessário e interessante, tanto que voltei.

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

ASSINE O PLANO ANUAL E GANHE UM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHE UM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.