Ensaio

Teatro universitário (1955-1958)

Change Size Text
Teatro universitário (1955-1958) Teatro do Estudante (Foto: Carlos Edler)

A luta por um teatro de qualidade 

 “Vamos esbofetear Ulisses!” – esse era o lema do Teatro Universitário, fundado em Porto Alegre no dia 19 de abril de 1955. A explicação para tal lema, que faz referência ao célebre romance Ulisses, de James Joyce, vem nas palavras de Antonio Abujamra, um dos líderes do grupo: “Bem, Ulisses é quase tudo, não? Estamos fartos de academicismo doentio e idoso. Esbofetear Ulisses é libertação e uma frase de A cantora careca. Vá ver!”

Com a participação de alguns artistas remanescentes do Teatro do Estudante (1941-1955), como é o caso do ator Fernando Peixoto, o Teatro Universitário também nasce atrelado à União Estadual dos Estudantes, organização estudantil que na época tinha a direção de Flávio Tavares e contava com Abujamra como diretor do Departamento de Teatro.

O Teatro Universitário idealizava trazer à cena local textos de grandes autores. Não à toa, a estreia do grupo conta com dois espetáculos apresentados em um ato: O marinheiro (texto de Fernando Pessoa e direção de Antonio Abujamra) e Feliz viagem a Trenton (texto de Thornton  Wilder e direção de Carlos Murtinho). 

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito