Ensaios Fotográficos

André Feltes: Contraluz

Change Size Text
André Feltes: Contraluz
Que passa?Perguntou a voz do lado de trásMe deixei atravessar dizendo que nada passavaQue tudo era pra frenteLonge dois palmos de mimEu estava antes do inícioQue nem choro nem riso passavamNem canto, nem abismo, nem silêncio, nem morto, nem vivoA tarde já não passavaNem as estrelasNem os olhosTudo que passavaPassava do lado de láMinha distração era adivinhar se a silhueta na árvore era a da folha seca ou a do papagaioSó que a contraluz cegaSó quando o bicho saltava o voo, quando fazia a curva, é que avistava o verde e certificavaQue passa?Insistiu a voz.Foi aí que virei: as horas  *Texto de Tatiana Cruz Este ensaio faz parte de um corpo de trabalho inteiramente fotografado com celular e que pode ser acompanhado no Instagram @afeltesmob André Feltes é fotógrafo e atua nos universos da fotografia documental, corporativa e do fotojonalismo, tendo também larga experiência na produção de conteúdo visual a partir de dispositivos móveis. Na sua trajetória de mais de 20 anos, trabalhou como repórter fotográfico e editor de fotografia nos principais jornais do Rio Grande do Sul. Tatiana Cruz – Jornalista, poeta, fundadora do @1MinuteSlam e artista visual no @Fabulario.Collage

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito