Ensaios Fotográficos

Eduardo Aigner: A vista

Change Size Text
Eduardo Aigner: A vista
Vende-se a vista. À vista. Ou não. Alugue, compre, venda e até troque. Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, extremo sul do Brasil. Há crise e a cidade está disponível no mercado imobiliário. Direto com o proprietário já que este, muitas vezes, está a emigrar. Como que aos berros, placas com fontes em caixa alta anunciam e entristecem. Não há mais jardim, somente inço. A vidraça, antes lustrosa, se tornou opaca. As grades, sempre elas, agora cumprem dupla função. Desesperança política, cultural e econômica está escrita nessas imagens.Fotografias obtidas entre Junho e Dezembro de 2019 e postadas no Instagram do autor. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. Vende-se, Aluga-se. Projeto. iPhone A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. A Vista. Eduardo Aigner. 2019. Vende-se, Aluga-se. Projeto. iPhone A Vista. Eduardo Aigner. 2019. Vende-se, Aluga-se. Projeto. iPhone Eduardo Aigner (Porto Alegre, 1970) já fotografou rãs, prédios, músicos, casas, gatos, panelas, cadeiras, pedras, livros, cadeiras, fábricas, amigos, namoradas, folhas, personalidades, paisagens, brinquedos, tempestades, banheiras, atores, árvores, campos, cavalos, computadores, etc. Estudou arquitetura, descobriu a fotografia, e segue transitando em ambos os mundos. Além de exposições individuais e coletivas, é autor de A ponte do Guaíba (2007), Canyons: a Avenida Borges e o Itaimbezinho (2001) e Belém Velho (1996), entre outras.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito