Arthur de Faria, Porto Alegre: uma biografia musical

Radamés Gnattali, quarta parte – Capítulo XXXI

Change Size Text
Radamés Gnattali, quarta parte – Capítulo XXXI Amigos, gênios, parceiros: Radamés e Jacob do Bandolim

Com seu passe comprado da RCA Victor pela Continental em 1943, Radamés achará ali sua casa. Gravaria muitos discos próprios e seria o principal maestro e arranjador daquele escrete de sonho montado por ninguém menos que o compositor João de Barro, o Braguinha, diretor artístico da Continental. O grosso do trabalho eram os arranjos, pelos quais ganhava 50 mil réis por música – o que, lembraria anos mais tarde, era o preço de um bom par de sapatos.

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito