Recomendações

Recomendações da semana #49

Change Size Text
Recomendações da semana #49 Alice Guy-Blaché, a primeira cineasta do mundo. Foto: Arteplex Filmes/Divulgação

CINEMA

Alice Guy-Blaché: A História Não Contada da Primeira Cineasta do Mundo | Pamela B. Green

Você já ouviu falar de Alice Guy-Blaché (1873 – 1968)? Pois a francesa é uma pioneira do cinema, com uma prolífica carreira como diretora, produtora, roteirista e empreendedora – mas cuja presença foi simplesmente apagada da história. “Como pode uma figura tão importante para o cinema ser desconhecida?”, perguntou-se Pamela B. Green, diretora de Alice Guy-Blaché: A História Não Contada da Primeira Cineasta do Mundo, documentário que entrou em cartaz nesta quinta-feira (29/10) nos cinemas brasileiros.

Secretária do engenheiro e inventor Léon Gaumont, Alice tinha 22 anos quando acompanhou o chefe em um evento que aconteceu em Paris em 1895: a apresentação que os irmãos Lumière fizeram de sua mais nova invenção, o cinematógrafo. Testemunha do nascimento do cinema, Alice pediu ao chefe para filmar algumas cenas – acabou sendo nomeada chefe de produção da Gaumont e realizou cerca de mil filmes em duas décadas.

Com depoimentos de nomes como os dos cineastas Ava DuVernay, Agnès Varda, Michel Hazanavicius e Peter Bogdanovich, além de atores, roteiristas, pesquisadores, historiadores e parentes de Alice Guy-Blaché, o longa estreou no Festival de Cannes em 2018 e é narrado por Jodie Foster.

Assista ao trailer do filme aqui.

DISCO

Donato Elétrico | João Donato

João Donato. Foto: Evelson de Freitas/Divulgação
João Donato. Foto: Evelson de Freitas/Divulgação

Baita dica para quem gosta de boa música brasileira: a gravadora Sesc Digital lançou há pouco ótimo álbum Donato Elétrico em versão LP. O disco de inéditas, lançado pela própria gravadora do Sesc São Paulo em 2016, retomou a sonoridade dos trabalhos de João Donato de meados dos anos 1970, marcados profundamente pelo uso do piano elétrico. O álbum recebe agora uma tiragem especial do “bolachão” em vinil duplo, com 10 faixas remasterizadas.

Nesse trabalho, o pianista e compositor reuniu em estúdio expoentes do cenário musical brasileiro atual muito influenciados pelo mestre. O produtor do disco, Ronaldo Evangelista, foi quem promoveu o encontro do símbolo da bossa nova com integrantes da banda Bixiga 70 e outros músicos que acompanham as cantoras Céu, Anelis Assumpção e Tulipa Ruiz, o músico Curumin, a banda paulista de jazz Metá Metá e o grupo instrumental Otis Trio.

Você pode comprar o disco na loja virtual do selo.

LITERATURA

A Contragosto do Solo | Ronald Augusto

Ronald Augusto, autor de A Contragosto do Solo. Foto: Selo Demônio Negro/Divulgação
Ronald Augusto, autor de
A Contragosto do Solo.
Foto: Selo Demônio Negro/Divulgação

Um dos nomes mais instigantes da poesia brasileira contemporânea, Ronald Augusto está lançando A Contragosto do Solo, coletânea de poemas publicada pela Selo Demônio Negro, de São Paulo, em edição de capa dura (124 páginas, R$ 45). Em atividade há quase 40 anos, o autor vive um momento prolífico de sua carreira: além desse título, o poeta, crítico e ensaísta publicou neste mês O Leitor Desobediente, coleção de ensaios pela editora porto-alegrense Figura de Linguagem, e Tornaviagem, também uma coletânea de poesia, que saiu pela Kotter, de Curitiba.

RELACIONADAS
marca-parentese

Abra um parêntese no seu fim de semana com jornalismo e boas histórias. Deixe seu email e receba toda semana as newsletters da revista Parêntese.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.

O matinal
PRECISA
de você

Precisamos bater a meta do nosso crowdfunding para seguirmos ativos em 2021

O matinal
PRECISA
de você

Precisamos bater a meta do nosso crowdfunding para seguirmos ativos em 2021