Resenha

Jornalistas-escritores ajudam a diminuir a fome em Porto Alegre

Change Size Text
Jornalistas-escritores ajudam a diminuir a fome em Porto Alegre

Logo depois do carnaval de 2020 fomos atacados por um vírus desconhecido e violento, que lotou hospitais, isolou grande parte da sociedade, provocou desemprego e o aumento da fome. Voluntários preocupados com a situação social criaram a Rede de Cozinhas Comunitárias do MultipliCidade Porto Alegre. Com falta de recursos para atender todas as famílias necessitadas com cestas básicas, o grupo buscou pessoas solidárias, dispostas a cozinhar e oferecer refeições para os carentes de suas comunidades. A ideia era de, juntos, tentar combater o grave problema da fome. Está dando certo.

Para manter as cozinhas, era preciso ter alguns reais, que possibilitassem a compra de mantimentos. Naquele momento, a solidariedade permitiu criar 13 cozinhas. Com o passar do tempo, as contribuições diminuíram, pois muitos dos colaboradores passaram a aumentar o exército de desempregados. Hoje, a Rede conta com 11 cozinhas em atividade e uma creche: Chácara dos Bombeiros, São Francisco, Nova Barreto, União do Vale, Esmeralda, Santa Helena e São Pedro, Canudos, Creche Tia Tamar, Tia Lúcia, Helena e Brasileirinhos – Terê e Lucas. Outras comunidades tentam se organizar, mas esbarram na falta de recursos. As cozinhas servem, mensalmente, em torno de 6.300 refeições.

De tanto pedir aos amigos e amigas que dessem nem que fosse um troquinho para ajudar na aquisição de alimentos, o jornalista e professor Marco Antônio Villalobos, o querido Marquinhos, propôs doar para a campanha os valores de venda dos exemplares do segundo volume de seu livro “Confesso que ri e prefiro continuar rindo”.  Ele se empenhou em vender, entregar os livros e encaminhar o dinheiro para as cozinhas. Outros dois jornalistas-escritores seguiram o exemplo de Marquinhos: Gilberto Jasper, autor de “O tempo é o senhor da razão e outras crônicas”, e Jussara Marchand, que publicou “Eu que amava tanto – a verdadeira história de Cecília Amendoeira”. 

Marquinhos, Jasper e Jussara ajudam a aumentar as doações e a criar uma nova rede de provedores: a dos que se dedicam a lutar contra a fome, ao mesmo tempo em que alimentam suas mentes. Os leitores de Marquinhos se divertem com episódios de sua vida de jovem curioso e ativo e os fatos curiosos acontecidos nas redações de TV, em que foi repórter, editor e chefe de redação. Jasper reuniu 120 crônicas, publicadas em vários jornais. Aborda sete temas: Amigos, Futebol, Memória, Política, Jornalismo, Sociedade e Família. Conta, por exemplo, como encontrou um ex-pracinha, de 84 anos, que vivia em um casebre de papelão, sem lembrar em nada o soldado da FEB que combateu na Segunda Guerra Mundial.

Jussara se dedica a contar a verdadeira história de Cecília Amendoeira, nascida em 1933, no Rio de Janeiro, filha de Monoelito e Inaiê, uma guarani. Ela foi trazida para Porto Alegre pelos tios Melquíades e Luiza, a pedido de sua mãe, antes de falecer.  Ao completar 18 anos, a belíssima estudante de desenho conhece o engenheiro recém-formado Henrique Schimlling, descendente das primeiras famílias de imigrantes alemães a chegarem ao Rio Grande do Sul. Apaixonaram-se. Casados, têm início três décadas de sevícias às quais Cecília é submetida silenciosamente, na intimidade de quatro paredes. Em 1983, aos 49 anos, ela foge para Londres e dá início a uma nova vida.

Por R$ 60,00 você, uma(a) solidário(a), que se preocupa com o bem-estar dos outros, pode colaborar com as cozinhas comunitárias e escolher o livro que deseja receber. A entrega será pelo correio.

Doações em nome de Maíster F.da Silva nas seguintes contas: 

  •  BB – Ag 0192-9 – Cc 30.656-8
  • Banrisul – Ag 0839 – Cc 3516435709
  • PIX – CPF 018.622.610-16

*Envie o comprovante de doação com seu endereço para o whatsapp 51.99985-9911.  


Nubia Silveira – Jornalista, trabalhou em jornal, TV e assessoria de imprensa, em Porto Alegre, Brasília e Florianópolis. Foi repórter, editora e secretária de redação. É coordenadora do programa Espaço Plural da RED – Rede Estação Democracia.

RELACIONADAS
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.