Editorial | Revista Parêntese

Parêntese #232: Marcas pela cidade

Change Size Text
Parêntese #232: Marcas pela cidade

Passado quase dois meses inteiros desde o dia em que Porto Alegre começou a inundar, apresentamos o ensaio fotográfico de Leandro Selister, que registrou as marcas d’água espalhadas pela cidade. Em crônica, Maria Rosa Fontebasso também relembra as águas de maio. Gustavo Borba e Gustavo Mini indagam: quem projeta o projeto da reconstrução?

No campo da literatura, Karina de Castilhos Lucena e Luís Augusto Fischer escrevem sobre o autor uruguaio Ángel Rama e os quarenta anos da publicação de A cidade das letras. Já Maíra Matthes narra a vida da escritora estadunidense Lucia Berlin e seu icônico Manual da Faxineira.

Publicidade

Na seção sobre os 200 anos da imigração germânica no Brasil, Zara Gerhardt compartilha duas histórias da sua família.

De quem é a prevalência sobre a teoria da seleção natural: Charles Darwin ou Alfred Wallace? Lúcio Carvalho – que lança um livro sobre Darwin no dia 06/07, às 15h, no anfiteatro do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS – se debruça sobre o tópico.

Para fechar, temos José Antônio Vieira da Cunha, que compartilha uma entrevista feita pelo grupo Nova Coonline com o jornalista e escritor Mário Magalhães, biógrafo de Carlos Lacerda, e, claro, nossos costumeiros Juremir Machado da Silva, que conta sobre um agradável encontro entre amigos, e Arthur de Faria, que apresenta a terceira parte da história de Kleiton e Kledir.

Boa leitura!

RELACIONADAS
;
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.