Agenda | Evento

“Asteroide” encerra a programação do 5º Kino Beat

Change Size Text
“Asteroide” encerra a programação do 5º Kino Beat
Após dois meses de intensa programação em diversos pontos da cidade, o Kino Beat encerra sua quinta edição com Asteroide, performance audiovisual inédita criada pelo uruguaio Fernando Velázquez especialmente para o festival, neste domingo (13/1), às 20h, no Teatro Unisinos. O evento, com entrada franca, tem patrocínio master da Oi e patrocínio Stella Artois, apoio cultural do Oi Futuro, com financiamento Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. Asteroide é uma performance audiovisual que explora a gravidade como catalisador da potência do mundo, desenvolvida especialmente para o festival. Fernando Velázquez é artista transdisciplinar. Suas obras incluem vídeos, instalações e objetos interativos, performances audiovisuais e imagens geradas com recursos algorítmicos. Na sua pesquisa, explora a relação entre natureza e cultura colocando em diálogo dois tópicos principais, as capacidades perceptivas do corpo humano e a mediação da realidade por dispositivos técnicos. Interessa-se pelo cruzamento da arte com outras áreas do conhecimento como a ciência, a filosofia e a antropologia visual de forma a construir processos e metodologias híbridas. Velázquez é parceiro antigo do evento: participou da primeira edição do Kino Beat, em 2014 com a performance Mindscapes. Pela primeira vez, a programação do Kino Beat foi pautada por um tema principal: a abundância. – Vivemos o paradoxo da abundância, temos tanto e ao mesmo tempo tão pouco, seja em ideias, recursos naturais, recursos tecnológicos ou sob a perspectiva do conhecimento humano – declara Gabriel Cevallos, criador e curador do evento. Com o objetivo de investigar o tema por meios das atrações artísticas e seus desdobramentos por analogias, metáforas e poéticas, a abundância se cristaliza na variedade de linguagens artísticas contempladas: música, cinema, teatro, artes visuais e as diversas disciplinas e gêneros que derivam desses pilares – e também no olhar e escuta atentos para a multiplicidade de vozes que gritam por visibilidade, abrangendo o maior e mais variado número de artistas brasileiros e estrangeiros. Mais de 50 artistas e 22 atrações ao vivo integraram 11 dias de programação intensa em 10 espaços culturais de Porto Alegre, com artistas e pensadores do Brasil, Uruguai, França e Suíça reunindo um público de mais de 2,5 mil pessoas. – A edição deste ano foi um desafio, pelo formato fragmentado e espalhado pela cidade, com muitos dias de programação e locações, exigiu atenção e interesse do público, que ao final foi satisfatório. Foi bonito ver as pessoas se mobilizando e muitos acompanhando todas as atividades propostas, mostra que o festival tem um público fiel, e que também conseguiu alcançar novas plateias – revela Cevallos. Dom 20h

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito