Agenda, Música

Carolinne Caramão é atração do Ecarta Musical

Change Size Text
Carolinne Caramão é atração do Ecarta Musical Foto: Ane Franke/Divulgação

Neste sábado, às 18h, a cantora e compositora Carolinne Caramão estará no Ecarta Musical apresentando seu show Pontos, Rezas e Milongas. A transmissão será pelas redes da Fundação Ecarta, no Facebook, Instagram e Youtube

O repertório conta com canções que homenageiam as benzedeiras, as santas católicas, as divindades do panteão africano e da umbanda brasileira. Maçambiques, quicumbis, ijexás e afro-milongas são ritmos presentes na sua carreiras que valoriza a cultura dos tambores negros do Rio Grande do Sul.

Em versão trio, Carolinne vem acompanhada no violão e vocais por Gilberto Oliveira e Mimmo Ferreira na percussão, vocais e direção musical. O trabalho reúne 10 canções mesclando compositores gaúchos, adaptações de benzeduras e criações da própria cantora. Entre elas, Pretas da Guiné, de Marco Aurélio Vasconcelos, O veículo que leva, de Mimmo Ferreira, Beto Chedid e Carolinne Caramão, e Marevento, de Carolinne Caramão.

Trajetória afro-gaúcha

Nascida em Santa Maria, ainda bem jovem a cantora participou de festivais nativistas, introduziu-se no jogo da capoeira e aumentou seu interesse pelas músicas de matriz africana, reforçado por sua vivência na Umbanda. Residiu em Salvador (BA), onde aprofundou suas pesquisas sobre o Samba de Roda do Recôncavo.

Retornando ao RS, direcionou sua atenção às músicas com raízes afro e a herança deixada pelo povo africano escravo nas charqueadas de Pelotas e Rio Grande. Em 2010 criou o show musical Carolinne Caramão-Syncronia e em 2011 criou o grupo de percussão feminina, Mainô Canto e Tambor.

Com o percussionista Mimmo Ferreira iniciou um mapeamento de compositores que traziam a temática afro em suas composições dando início ao projeto, Pontos, Rezas e Milongas materializado em CD financiado pelo Fumproarte de Porto Alegre em 2013. O trabalho recebeu sete indicações ao Prêmio Açorianos de Música 2016 na categoria MPB, dando a Pedrinho Figueiredo o troféu de melhor produtor. Atualmente dedica-se ao projeto Eu Te Benzo, que envolve audiovisual, canções autorais e rezas musicadas.

sábado, 22 a 22 de maio de 2021 | 18h00

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito