Agenda | Teatro

Espetáculo “A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk” retorna com novas sessões

Change Size Text
Espetáculo “A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk” retorna com novas sessões Foto: Vilmar Carvalho

Retorna em cartaz no sábado (13/7), após exibições em dezembro do ano passado e abril deste ano, no Estúdio Stravaganza, A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk, romance de Wilson Freire, espetáculo da Cia. Stravaganza, com atuação de Sandra Possani e direção de Adriane Mottola.

O espetáculo estará em cartaz também nos dias 20 e 27 de julho e 3 de agosto, sempre aos sábados, às 20h, dentro da programação dos 36 anos da Cia. Stravaganza. Os ingressos podem ser adquiridos pela Sympla.

Publicidade

Na peça, Micheliny traz ares marítimos de uma mulher que, desde pequena, só conhece a dor. Adolescente, foi apresentada ao sexo de jeito forçado. Crescida, quis ser escritora. Achava que as pessoas aprendiam a ler olhando as letras, as palavras dos livros e elas pulavam para dentro dos olhos e saíam pela boca – ela diz, deixando escapar a ingenuidade de uma garota educada num ambiente masculino, em zona portuária.

A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk tem Fernando Kike Barbosa, Adriane Mottola, Angela Spiazzi (também Diretora de Movimento e Assistente de Direção) e Sandra Possani como Dramaturgistas, Cenário de Rodrigo Shalako, Figurino de Liane Venturella, Iluminação e Videografia de Ricardo Vivian, Cena Sonora de Álvaro Rosacosta (Música El Tiempo Teje Historias – de Álvaro – com arranjo, violões e charango de Beto Chedid, voz de Simone Rasslan e edição e percussão também de Álvaro), Maquiagem de Miriã Possani e Designer de Identidade Visual de Pingo Alabarse.

sábado, 13 a 03 de agosto de 2024

Estúdio Stravaganza (Rua Dr. Olinto de Oliveira, 68 – Bairro Santana)

R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada)

Muito legal ficar sabendo de tudo o que acontece na cidade, né?
Este conteúdo é exclusivo para assinantes e é por causa da sua valiosa contribuição que você tem acesso a tudo o que está rolando de mais legal nas artes, e isso tudo através da curadoria do jornalista Roger Lerina. Se você valoriza este conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais para que mais gente tenha contato com o melhor da Cultura.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

;
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?