Agenda | Literatura

Jorge Fróes lança “Poemas Negros e Outros nem Tantos”

Change Size Text
Jorge Fróes lança “Poemas Negros e Outros nem Tantos”
Nesta quinta (22/8), às 19h, o poeta e professor Jorge Fróes lança Poemas Negros e outros nem tantos no Auditório Barbosa Lessa, Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. A publicação, com tiragem de 10 mil exemplares, tem coordenação, edição e revisão de Sidnei Schneider e capa assinada pelo artista gráfico Fabriano Rocha. Além da sessão de autógrafos haverá um debate com o autor, Maria do Carmo Campos (poeta, professora, doutora em Letras) e Alexandre Marmett Pahim (vice-presidente Congresso Nacional Afro-Brasileiro-CNAB). Os presentes receberão um exemplar gratuitamente. O projeto Ler Para Ver Além também prevê a distribuição da publicação em escolas, via entidade e grêmios, a estudantes e professores para eventual trabalho e presença do autor em sala de aula. Vitória Cabreira, presidente da Umespa, comenta a ação proposta: – Queremos que possibilite a oportunidade de perceber mais profundamente a realidade e as relações humanas. Especialmente quando setores obscurantistas mostram que gostariam de esmagar a sensibilidade, a solidariedade e o conhecimento. Os poemas de Jorge Fróes, nesse sentido, vêm trazer uma lufada de ar. Com firmeza e denúncias, mas também com amplitude e afago ao melhor que cada um traz dentro de si, abrem horizontes ao combater o racismo e falar de amor. Jorge Fróes é poeta, formado em Letras e Literatura. Nasceu e reside em Porto Alegre. Publicou o livro de poesia Estamos Quites (Vidráguas/Escola de Poesia, 2015). Também participa das seguintes publicações: Antologia de Poetas Brasileiros (Rio de Janeiro, Shogun, 1985), Roda da Poesia Negra (Oliveira Silveira, 1993), Revista Negra, especial da Porto & Vírgula (SMC, 1995), Callaloo, African Brazilian Literature (Baltimore [EUA], John Hopkins, 1995), Continente Sul Sur (IEL, 1998), Poemas no Ônibus (SMC, 2001 e 2003), Poemas no Ônibus 10 Anos (SMC, 2002), Consciência Negra do Brasil, os Principais Livros (Org. Cuti e Maria das Dores Fernandes, Belo Horizonte, Mazza, 2002), O melhor da festa (Casa Verde/ FestiPoa Literária, 2011), e Sopapo Poético-Pretessência (Libretos, 2016). Editou o jornal Fenestra Literatura, junto a Cezar Dias, de 2000 a 2001. É um dos organizadores do Leituras Negras, evento que ocorre desde 2005. Quinta 19h

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito