Artigos | Cinema

“1982” mostra a guerra pelos olhos infantis

Change Size Text
“1982” mostra a guerra pelos olhos infantis Estúdio Escarlate/Divulgação

Indicado para representar o Líbano no Oscar em 2020, o filme 1982 (2019) entra em cartaz no Brasil nesta quinta-feira (2/6). O longa se passa em uma escola de elite nos arredores de Beirute, onde crianças e adultos tentam manter sua rotina e realizar seus sonhos enquanto observam ao longe a invasão do país em 1982. Dirigido por Oualid Mouaness, o drama romântico nostálgico é estrelado por Nadine Labaki, diretora e atriz dos filmes Caramelo (2007), E Agora, Aonde Vamos? (2011) e Cafarnaum (2018) – indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2019.

O filme estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto de 2019, onde ganhou o prêmio NETPAC de estreia mundial ou internacional de cinema asiático, além de levar o Grand Prix Cannes Écrans Juniors em 2021.

Estúdio Escarlate/Divulgação

Em 1982, o tímido Wissam (Mohamad Dalli), de 11 anos, tenta contar a uma colega sobre sua paixão por ela, enquanto seus professores em lados diferentes da política tentam mascarar seus medos – especialmente a professora Yasmine (Labaki), dividida entre o irmão e o colega namorado, que defendem lados diferentes na guerra que se avizinha. O filme lança um olhar delicado e sensível a uma história de primeiro amor, sem deixar de lado os estragos que uma guerra produz, de uma forma ou de outra, na vida de pessoas inocentes da sociedade – ainda que não mostre a crueza da invasão do Líbano na época, que matou milhares de civis e militares. O conflito, no entanto, está sempre presente em cena – seja pelo intermitente som de explosões ou pelos caças que rasgam incessantemente o céu azul límpido no início do ataque de Israel.

1982 é autobiográfico: o diretor Oualid Mouaness viveu um momento idêntico durante a invasão israelense e o cenário do filme é o da sua escola. “O filme é sobre o meu último dia de escola em 1982, quando a invasão de Israel chegou a Beirute. Foi o primeiro dia em que vivi a guerra. Levamos uma eternidade para chegar em casa. Embora soubéssemos que estávamos do lado supostamente seguro desse conflito, o impacto e o medo que vi nos olhos dos meus pais me disseram muito mais do que fomos capazes de compreender quando éramos crianças”, lembra o cineasta.

Estúdio Escarlate/Divulgação

O conflito começou em 6 de junho de 1982, quando as forças de defesa de Israel invadiram o sul do Líbano – oficialmente, com o objetivo de fazer cessar os ataques dos integrantes da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), baseada no país vizinho. Nesse dia, com o apoio de milícias libanesas, Israel invadiu o Líbano, chegando a Beirute.

Após dois meses de intensos bombardeios israelenses, foi negociada a retirada da OLP da capital libanesa. No ano seguinte, a organização palestina deixou o país. Até a trégua ser estabelecida em 1983, centenas de milhares de pessoas morreram e Beirute foi reduzida a ruínas. 

Estúdio Escarlate/Divulgação

Estúdio Escarlate/Divulgação

1982: * * *

COTAÇÕES

* * * * * ótimo     * * * * muito bom     * * * bom     * * regular     * ruim

Assista ao trailer de 1982:

RELACIONADAS
PUBLICIDADE