Artigos, Cinema

Angelina Jolie volta ao mundo do faz de conta

Change Size Text
Angelina Jolie volta ao mundo do faz de conta Imagem Filmes/Divulgação

Com estreia prevista para esta quinta-feira (3/6) nos cinemas brasileiros, Alice e Peter: Onde Nascem os Sonhos (2020) é uma reimaginação de dois grandes clássicos da literatura infantojuvenil: Alice no País das Maravilhas e Peter Pan. Estrelado por Angelina Jolie, que encarnou a feiticeira Malévola em dois filmes, o longa que apresenta uma origem inédita desses personagens que povoam o imaginário infantil há mais de um século conta também no elenco com nomes como David Oyelowo e Michael Caine.

Na história, os irmãos Peter (Jordan A. Nash) e Alice (Keira Chansa) deixam a imaginação correr solta durante um verão repleto de brincadeiras com espadas, chás da tarde e navios piratas. Quando uma tragédia toma conta da família e muda completamente a vida de seus pais, Jack e Rose (David Oyelowo e Angelina Jolie), Peter e Alice embarcam em uma aventura fantástica – e descobrem que crescer pode não ser o maior dos seus problemas.

Imagem Filmes/Divulgação

Peter Pan sempre foi um dos meus [contos] favoritos. Eu era apaixonado pela ideia de permanecer criança para sempre”, revela Oyelowo. “Esse foi um dos motivos de eu ter ficado tão animado em fazer parte disso, porque, por mais que eu adorasse contos de fadas quando menor, eu nunca imaginei que iria fazer parte de um deles. Muito menos ver alguém parecido comigo ou com os meus filhos interpretando Alice ou Peter”, complementa o ator de filmes como O Céu da Meia-Noite.

Alice e Peter: Onde Nascem os Sonhos é o primeiro live-action da diretora Brenda Chapman, conhecida por seus trabalhos como roteirista em grandes animações de sucesso como A Bela e a Fera (1991), O Rei Leão (1994) e Valente (2012). O elenco do longa conta ainda com Anna Chancellor, Gugu Mbatha-Raw, Derek Jacobi, Clarke Peters, David Gyasi e Reece Yates.

Imagem Filmes/Divulgação

O roteiro costura de forma criativa as tramas e personagens de Alice no País das Maravilhas e Peter Pan, acrescentando ainda um toque de Charles Dickens nas sequências ambientadas no submundo sórdido da Londres de meados do século 19, com suas ruelas escuras povoadas por marginais e crianças pobres batendo as carteiras dos desavisados. Aliás, escalar um elenco majoritariamente negro de crianças e adultos para protagonizar uma história situada na Inglaterra vitoriana amplifica ainda mais o alcance de público e atualiza os valores e ideais dessas cultuadas referências literárias britânicas.

Além das convincentes atuações de Angelina Jolie e David Oyelowo e de coadjuvantes de luxo como os ingleses Michael Caine, Anna Chancellor e Derek Jacobi, o longa ainda reúne três talentosos e adoráveis atores mirins, que encarnam o trio infantil central de irmãos: Keira Chansa, Jordan A. Nash e Reece Yates. Apesar disso, o tom um tanto sombrio e duro de Alice e Peter: Onde Nascem os Sonhos, que inclui alguma violência física e uma trágica morte infantil, contrasta com a imaginação ingênua e prodigiosa dos pequenos protagonistas – aliás, muito bem apresentada visual e narrativamente no filme, que ilustra bem como realidade e fantasia misturam-se com fluidez e naturalidade aos olhos de uma criança.

No entanto, essa conjugação de diferentes registros, entre o conto de fadas e o conto de Dickens, nem sempre aparece equilibrada no roteiro, resultando em uma certa indefinição: um filme talvez adulto demais para o público infantil e ao mesmo tempo feérico em excesso para quem já perdeu a capacidade de sonhar com o faz de conta.

Imagem Filmes/Divulgação

Alice e Peter: Onde Nascem os Sonhos: * * * 

COTAÇÕES

* * * * * ótimo     * * * * muito bom     * * * bom     * * regular     * ruim

Assista ao trailer de Alice e Peter: Onde Nascem os Sonhos:

RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.