Cinema, Notas

Começam as filmagens de “Vermelho Monet”

Change Size Text
Começam as filmagens de “Vermelho Monet”
O novo longa de Halder Gomes (Cine Holliúdy, Os Parças), Vermelho Monet, estrelado por Chico Diaz, Maria Fernanda Cândido e Samantha Müller, começou a ser filmado em Lisboa, Portugal, onde equipe e elenco estarão por seis semanas. – O projeto passou anos latente até que a Mayra Lucas (produtora) leu o roteiro e viu nele uma história potente e autoral – relembra o diretor, que assina o roteiro em colaboração de Michelline Helena. Mas o filme começou a se estruturar muitos anos antes no inconsciente do diretor, ainda criança, quando folheava enciclopédias e se encantava com as imagens das pinturas. – Desde então a pintura nunca mais saiu do meu imaginário e cotidiano. Pirava nos livros de história e não me saía da cabeça que tudo que o ser humano conhece visualmente, da idade da pedra à popularização da fotografia, vem da retratação dos artistas. São milhares de anos representados por estas visões. É algo incrível de se pensar. E isso era o que mais me intrigava. Como desenho e pinto desde criança – e é o que mais gosto de fazer na vida -, o desejo de falar desse universo foi crescendo até o ponto de se tornar inevitável – explica Gomes. A pesquisa para o roteiro se confunde com a paixão do diretor pelas artes visuais. O roteiro foi se construindo no decorrer dos anos, em andanças por museus ao redor do mundo e visitas aos lugares onde viveram grandes pintores. – Ano passado passei o réveillon com a família em Auvers Sur Oise, diante da igreja que Van Gogh pintou em seus últimos dias. Estávamos absolutamente sós, não havia ninguém nas ruas. Já fui três vezes a Deflt, cidade de Johannes Vermeer. Um dos últimos tratamentos do roteiro me dei ao luxo de escrever nos cafés parisienses – em Montmartre e Montparnasse -, nas mesmas mesas onde estiveram Picasso, Modigliani, Suzanne Valladon, Soutine, Monet, Peggy Guggenhein, Gertrude Stein etc. São quase 10 anos maturando a história e estudando profundamente o mundo e o sub-mundo do mercado das artes – relembra o diretor. Em Vermelho Monet, Johannes (Chico Diaz) é um pintor clássico que sempre teve seu talento à serviço dos interesses obscuros do mercado, até que decide recomeçar sua vida em Lisboa, ao lado de sua esposa Adele (Gracinda Nave), uma talentosa pintora com a carreira interrompida por um Alzheimer precoce e avassalador. Buscando inspiração para uma obra autoral, ele terá sua vida completamente transformada ao conhecer Florence (Samantha Müller), uma atriz internacional em crise criativa, e Antoinette (Maria Fernanda Cândido), uma marchand e conhecedora de arte. Sobre a escolha do elenco, o diretor comenta que foi um processo desafiador: – Procurava um ator que também fosse pintor, e o Chico Diaz, além de um grande ator que todos conhecemos, é um exímio artista plástico. Era preciso conhecer a sensação de pintar com o desejo que os grandes pintores faziam. O filme traz também uma atriz estreante, Samantha Müller. Foi uma grande pesquisa da produtora de elenco […]

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito