Artigos | Cinema

“Eu Não Choro” testa o caráter de uma adolescente

Change Size Text
“Eu Não Choro” testa o caráter de uma adolescente Arteplex Filmes/Divulgação

Entra em cartaz nesta quinta-feira (20/1) o filme polonês Eu Não Choro (2020). A comédia dramática escrita e dirigida por Piotr Domalewski aborda as dificuldades enfrentadas por famílias separadas pela emigração, especialmente a vida de trabalhadores poloneses no exterior, a partir do ponto de vista de uma adolescente que viaja à Irlanda para desvendar a morte do pai.

Em Eu Não Choro, a protagonista Olka (Zofia Stafiej) é uma adolescente de 17 anos que vive com a mãe e o irmão deficiente em uma pequena cidade da Polônia. Seu pai trabalha em uma construção em Dublin e prometeu um carro à filha no seu aniversário de 18 anos.

Arteplex Filmes/Divulgação

Olka quer ser taxista para sustentar a família, mas um telefonema informando o falecimento do pai em um acidente de trabalho suspende seu plano. A jovem vai à Irlanda buscar o corpo e acaba conhecendo um mundo diferente lá.

Na tentativa de se reconectar com a figura do pai, por quem não sente muito mais do que mágoa, Olka vai até a construtora em Dublin e procura por documentos que possam garantir algum seguro para o traslado do cadáver e também para o seu carro.

Arteplex Filmes/Divulgação

Conversando com colegas de trabalho, a jovem descobre que o pai tinha uma namorada, chamada Sara (Cosmina Stratan). Cuidar da burocracia para a volta à Polônia, localizar e se comunicar com Sara desafiam Olka a manter seu caráter digno e responsável.

O roteiro de Eu Não Choro é inspirado em uma história de pessoas muito próximas do diretor Piotr Domalewski. O fato de saber de uma adolescente que enfrentou uma tragédia em um ambiente totalmente desconhecido motivou o realizador a criar essa história. O próprio Domalewski passou anos tentando se comunicar com o pai, preocupado apenas em garantir as necessidades materiais da família.

“No íntimo, a história de Olka é também sobre todos nós. A experiência de solidão em um mundo acelerado, a consciência de oportunidades perdidas e laços familiares afetados fazem parte da vida de muitas pessoas, independente de nacionalidade ou idade”, explica Domalewski.

Arteplex Filmes/Divulgação

Eu Não Choro: * * *   

COTAÇÕES

* * * * * ótimo     * * * * muito bom     * * * bom     * * regular     * ruim

Assista ao trailer de Eu Não Choro:

RELACIONADAS
PUBLICIDADE