Cinema, Notas

Filmes distópicos de Romy Pocztaruk e Caio Amon ganham destaque em festivais

Change Size Text
Filmes distópicos de Romy Pocztaruk e Caio Amon ganham destaque em festivais "Antes do Azul". Foto: Prática em Comunicação/Divulgação

O Fim do Fim, série de filmes transmídia de Romy Pocztaruk e Caio Amon, participará com o curta Antes do Azul no OUTFEST Los Angeles, maior festival de cinema LGBTQ e culturaQueerdos Estados Unidos. O filme, lançado no Instituto Ling, faz parte da sessão Platinum, curada pela artista e ativista Zackary Drucker, produtora da série Transparent.

O Antes do Azul conta com a performance da cantora Valéria, textos do escritor Daniel Galera e fotografia de Lívia Pasqual, e será exibido literalmente sob as estrelas, pois fará parte da programação do drive-in que o festival organizou num resort em Malibu. A edição 2020 do OUTFEST terá também exibição online. Em 29 de agosto, o Antes do Azul participa também do FUSO FESTIVAL, principal festival aberto de videoarte de Lisboa, Portugal, em edição online.

No dia 24 de agosto, O Fim do Fim lançará seu primeiro single musical, a faixa e videoclipe Safira, interpretado por Filipe Catto, que será disponibilizado no Spotify, Youtube e redes de streaming. Na sequência, serão lançados Blue Echoes e Fim Tempos na voz de Valéria, além de uma nova faixa em andamento em colaboração com Saskia, todas com direção e produção musical de Caio Amon.

Para o projeto O Fim do Fim Romy Pocztaruk e Caio Amon criam universos visuais e sonoros onde artistas convidados possam habitar. A criação parte da imaginação de processos de “fim do mundo” associados a teorias queer e decoloniais, projetando futuros possíveis nos quais a arte é um dos rastros deixados pela humanidade. Com colaboração de textos de Daniel Galera, o projeto iniciou em 2018 com Safira (2018), estreou Antes do Azul em 2019, e prepara um novo filme com lançamento previsto para o final de 2020.  

O projeto é um laboratório de novas linguagens construídas através de narrativas híbridas, processos colaborativos e intensa intersecção entre música e imagem. O compositor e produtor musical Caio Amon assina a direção musical, que inclui canções de sua autoria em colaboração com Filipe Catto, Valéria, Romy Pocztaruk, Daniel Galera e o músico e produtor Marcelo Cabral. A proposta transmídia do projeto prevê, além de uma série de filmes, o lançamento de músicas e clipes nas redes de streaming.

Antes do Azul (digital, 14 min, 2019), imagina trincheiras possíveis para sobreviver a um futuro distópico, em que o avanço tecnológico descontrolado acelera processos de destruição – objetiva e subjetiva – da humanidade. A protagonista do curta, uma mulher trans e negra interpretada pela cantora e atriz Valéria, é a última sobrevivente de um acidente nuclear, e sua voz canta por novo lugar antes invisível.

Safira (8mm, 16mm &digital, 9min, 2019), conta com direção de fotografia de Lívia Pasqual, estreou no LOOP FESTIVAL em Barcelona (2019) e foi realizado durante a 11ª Bienal do Mercosul (2018). Estrelando Filipe Catto como ator e cantor, o curta é um trabalho sensorial que mistura imagens captadas em diferentes formatos (8mm, 16mm &digital) com imagens de arquivo. SAFIRA evoca a presença humana através dos paralelos entre homem e animal e a expansão devastadora do espaço após a queda de um meteoro.

Mais informações sobre o projeto no Instagram.

RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito