Artigos, Cinema

Naomi Kawase filma a grandeza do amor materno

Change Size Text
Naomi Kawase filma a grandeza do amor materno Califórnia Filmes/Divulgação

A obra de Naomi Kawase, a cineasta japonesa mais premiada da atualidade, sempre foi marcada por retratar relações familiares e sociais. Em Mães de Verdade (2020), seu mais recente filme, não é diferente. O longa chega nesta sexta-feira (16/7) às plataformas de compra e aluguel iTunes/Apple TV, YouTube Filmes, Google Play, Claro Now, Vivo Play e Sky Play. Baseado em um romance de Mizuki Tsujimura, o roteiro conta uma comovente história de adoção e suas consequências anos depois para todos os personagens envolvidos.

Em Mães de Verdade, após um longo e malsucedido esforço para engravidar, e convencidos pelo discurso de uma associação de adoção, Satoko (Hiromi Nagasaku) e o marido Kiyokazu (Arata Iura) decidem adotar um menininho. Alguns anos depois, a paternidade do casal é abalada pela inesperada aparição de Hikari (Aju Makita), uma garota desconhecida que se apresenta como a mãe biológica da criança. A trama acompanha então as trajetórias dessas duas mulheres em seus calvários particulares causados pela maternidade e suas demandas.

Califórnia Filmes/Divulgação

“Por conta do destino, uma vida que não era para existir chega à vida de um casal que não podia ter filhos. Essa é uma história sobre criar o próprio destino, como se, depois da chuva, uma luz radiante purificasse o mundo”, define sua mais recente produção a diretora de títulos premiados como O Segredo das Águas (2014), Sabor da Vida (2015) e Esplendor (2017).

Para contar essa trama, o longa foi filmado em diversas locações no Japão: em uma ilha, na floresta, na cidade e em um centro histórico. “Fizemos esse filme como se fosse uma lembrança de viagem através das estações do ano e personagens de cada lugar”, justifica Kawase.

Califórnia Filmes/Divulgação

Mães de Verdade foi selecionado para o Festival de Cannes, que, mesmo cancelado em 2020, anunciou os filmes que exibiria, dividindo-os em seções. O filme também foi exibido nos festivais de San Sebastián, Chicago e Toronto. No Brasil, teve sua estreia na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Naomi Kawase é conhecida por inserir personagens femininas fortes em suas histórias e, neste caso, não poderia ser diferente. Para retratar a maternidade de uma forma única, Kawase coloca no centro duas mulheres que têm seus destinos ligados por uma adoção: uma não pode ser mãe, por conta da infertilidade do marido, enquanto a outra não possui condições para criar o filho que ama profundamente.

Califórnia Filmes/Divulgação

A realizadora explica que, quando faz um longa, sempre há um momento no qual é levada às lágrimas: “É quando o elenco habita completamente a vida dos personagens e expressa emoções que vão para além do roteiro. Percebi que isso é algo precioso e raro. O elenco nesse filme está incrível – os personagens são pessoas completamente reais”.

Mães de Verdade é mais uma incursão de Naomi Kawase no melodrama com toques românticos, estilo que a diretora domina com sensibilidade e desenvoltura – destacando nesse filme a resiliência, determinação e abnegação de suas personagens femininas, encarnadas com tocante entrega pela dupla central de atrizes.

Califórnia Filmes/Divulgação

Mães de Verdade: * * * *  

COTAÇÕES

* * * * * ótimo     * * * * muito bom     * * * bom     * * regular     * ruim

Assista ao trailer de Mães de Verdade:

RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.