Artigos | Cinema

Omar Sy encarna um pai-coragem em “Herói de Sangue”

Change Size Text
Omar Sy encarna um pai-coragem em “Herói de Sangue” Synapse Distribution/Divulgação
Uma das maiores bilheterias na França neste ano, Herói de Sangue (2022) recupera uma história apagada da memória do país europeu, mas que ressoa até hoje no povo de Senegal. No filme dirigido por Mathieu Vadepied, o astro Omar Sy interpreta um pai senegalês que fará de tudo para salvar seu filho de 17 anos, que foi recrutado à força para lutar pelos franceses na I Guerra Mundial (1914 – 1918). Herói de Sangue foi exibido na seleção oficial do Festival de Cannes em 2022 na mostra Un Certain Regard. Filho de pai senegalês e de mãe mauritana, o francês Omar Sy também assina a produção do filme. “Não entendo por que a história dos soldados senegaleses, ou soldados de outros lugares, foi tão raramente contada. Não há nenhuma explicação. Tudo o que sei é que você não costuma ouvir sobre ela. Mas eu acho que é uma perda de tempo ficar pensando sobre esse fato. O importante hoje é contar, e pronto. É por isso que fizemos esse filme”, justifica o ator de sucessos do cinema francês recente como as comédias dramáticas Intocáveis (2011) e Samba (2014) e protagonista da série Lupin. Publicidade Synapse Distribution/Divulgação Os soldados senegaleses que combateram na Europa sempre foram relacionados à tropa francesa, mas, como lembra Sy, os combatentes africanos eram antes de tudo pais e filhos de vilas e cidades – durante a I Guerra, quase 200 mil fuzileiros africanos das colônias lutaram pelo exército francês. “É como se falássemos da África pós-colonial como se não houvesse África antes dela. É esse ‘antes’ que me interessa. Essa também é uma forma de mostrar respeito e homenagear as vidas perdidas, as dos jovens recrutados para o exército e arrancados de suas aldeias”, diz o ator. Durante toda a produção, o realizador Mathieu Vadepied diz que manteve em mente a preocupação com o posicionamento dos personagens no filme. A ideia era evitar a caricatura no roteiro e em tela. “Nunca paramos de tentar encontrar um equilíbrio entre a história épica e o estudo intimista, visto na fricção e na tensão que marca todo o filme. O público precisa sentir essa intimidade [entre pai e filho], enquanto observa a influência e a violência de uma guerra que marcou gerações. Aldeias inteiras foram roubadas. Seus entes queridos nunca retornaram. Alguns desapareceram sem sequer terem um enterro”, argumenta o diretor e roteirista. Synapse Distribution/Divulgação O bom elenco inclui ainda Alassane Diong e Jonas Bloquet. O grande destaque dramático de Herói de Sangue fica mesmo com Omar Sy, comovente no papel de um pai-coragem capaz de sacrificar tudo para proteger o filho em meio a uma guerra estúpida – como todas são, no final das contas – que não tem nenhuma relação com seu povo e sua vida. Synapse Distribution/Divulgação Herói de Sangue: * * * * COTAÇÕES * * * * * ótimo     * * * * muito bom     * * * bom     * * regular     * ruim Assista ao trailer de Herói de Sangue:

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Publicidade
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?