Cinema | Notas

Os vencedores do 2º Festival Cinema Negro em Ação

Change Size Text
Os vencedores do 2º Festival Cinema Negro em Ação Festival Cinema Negro em Ação | Foto: Divulgação

As produções vencedoras do 2º Festival Cinema Negro em Ação, realização da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) e do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), foram anunciadas no último sábado, 27 de novembro.

 A cerimônia de premiação do festival, que em 2021 teve o cineasta Jeferson De como homenageado, teve transmissão da TVE-RS, em compartilhamento com TV Câmara de Santa Maria, e também foi exibida pela Prime Box Brazil.

A apresentação esteve a cargo dos jornalistas Domicio Grillo e Clarissa Lima, assessora de Diversidade da Sedac. O ato de encerramento do Festival, no estúdio da TVE-RS, contou com a participação da idealizadora do evento, cineasta Camila de Moraes, responsável pela curadoria das categorias curtas-metragens e longas-metragens; da curadora da categoria Mercado & Conteúdos, Sofia Ferreira; de Fabrício Zavareze e Nicolas Collar, respectivamente, curadores das categorias videoclipes e videoartes.

O ato de premiação contou com apresentações musicais de Dina Fagundes e Jordana Henriques. Por vídeo, os vencedores falaram sobre as produções e agradeceram as premiações. Confira os vencedores e as distinções especiais do 2º Festival Cinema Negro em Ação:

CATEGORIA VIDEOARTE

  • Prêmio Estadual: A GOTA D’ÁGUA (Direção: Luis Ferreirah)
  • Prêmio Nacional: A QUEDA (Direção: Lia Leticia, Pernambuco)
  • Destaque RS – Direção: LANCEIROS NEGROS (Thaise Machado)
  • Menção Honrosa: UM TRANSE DE DEZ MILÉSIMOS DE SEGUNDOS (Direção: Jamile Cazumbá, Bahia)

CATEGORIA VIDEOCLIPE

  • Prêmio Estadual: PULSO – DESSA FERREIRA (Direção: Kaya Rodrigues)
  • Prêmio Nacional: KOLAPSO – MONKEY JHAYAM, ENME E TERRA TREME (Direção: Lazaro e Jessica Lauane, Maranhão)
  • Destaque RS – Direção: SORRISO MARFIM – W NEGRO feat. N JAY (Direção: Deivid Makaveli)
  • Menção Honrosa: AMBIÇÃO – CRISTAL (Direção: Cleverton Borges, Rio Grande do Sul)

CATEGORIA CURTA-METRAGEM

  • Prêmio Estadual: ROTA (Direção: Mariani Ferreira)
  • Prêmio Nacional: A SÚSSIA (Direção: Lucrécia Dias, Tocantins)
  • Prêmio Distribuição – Produtora Tarrafa: TÁ QUENTE (Direção Bruno Ferreira, Amazonas)
  • Destaque RS – Direção: DESVIRTUDE (Gautier Lee)
  • Destaque RS – Roteiro: NAÇÃO PRETA DO SUL- O CURTA (Nando Ramoz)
  • Destaque RS – Intérprete: ALÉM DA FRONTEIRA (Clara Meireles)
  • Destaque RS – Montagem: ROTA (Rodolfo de Castilhos)
  • Destaque RS – Trilha Sonora: ALÉM DA FRONTEIRA (Direção: Alexandre Mattos Meirelles)
  • Destaque RS – Desenho de Som: OLHOS DE ANASTÁCIA: CONEXÕES QUILOMBOLAS (Técnico de Som Giuliano Lucas)
  • Destaque RS – Direção de Arte: SERIAM OS DEUSES AFRONAUTAS (Direção: Rogério Fanrandóla)
  • Destaque RS – Direção de Fotografia: ALÉM DA FRONTEIRA (Direção de Fotografia: Felipe Campal)
  • Prêmio TodesPlay: ALÉM DA FRONTEIRA (Direção: Alexandre Mattos Meirelles, Rio Grande do Sul)
  • Menção Honrosa: SUBSIDÊNCIA (Direção: Beatriz Vilela, Alagoas)
  • Menção Honrosa: PELE DE MONSTRO (Direção: Barbara Maria, Minas Gerais)

CATEGORIA LONGA-METRAGENS

  • Prêmio Nacional: TREM DO SOUL (Direção: Clementino Junior, Rio de Janeiro)
  • Destaque RS – Direção: MEU CHÃO: CLUBES NEGROS DO RIO GRANDE DO SUL (Direção: Jorge de Jesus e Geslline Giovana Braga)
  • Menção Honrosa: A ÚLTIMA NEGRA (Direção: Silvana Rodrigues e Camila Bauer, Rio Grande do Sul)
RELACIONADAS
PUBLICIDADE