Cinema, Notas

Professora gaúcha que criou festival de cinema brasileiro nos Estados Unidos é tema de documentário

Change Size Text
Professora gaúcha que criou festival de cinema brasileiro nos Estados Unidos é tema de documentário Ariani Friedl | Foto: Artur Stefani Fagundes

Protagonismo feminino, política internacional, voluntariado e cultura tudo isso e muito mais estão no documentário A Senhora da Bicicleta. O filme do cineasta canoense Rubielson Medeiros conta a história de Ariani Friedl, uma gaúcha que migrou para América do Norte há mais de 40 anos. Uma mulher à frente do seu tempo que construiu uma vida e carreira internacional, sem nunca deixar para trás a paixão pelo Brasil. 

A premiere do filme A Senhora da Bicicleta acontece no dia 30 de outubro na Mostra Chicago Brazilian Films Festival.  A transmissão será online às 20h no Brasil e as inscrições gratuitas devem ser realizadas no site da Mostra.

Ariani foi a primeira mulher a ser presidente da Associação Cristã de Moços nos Estados Unidos. Sempre esteve envolvida com voluntariado e construiu uma carreira como professora universitária em política internacional nas mais renomadas universidades americanas. Sempre impulsionada pela ideal “o que mais posso fazer pelo Brasil” buscou através do audiovisual, incentivar a mudança dos estereótipos pelos quais os americanos conhecem o Brasil criando o maior festival de cinema brasileiro do centro-oeste dos Estados Unidos. 

O filme, rodado no Brasil e nos Estados Unidos, conta na sua equipe com profissionais da América do Sul, Europa e América do Norte. A produção foi viabilizada pela Partners of the Americas, com apoio da University of Chicago e da Loyola University. Esse é o primeiro filme produzido pela Mostra.

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito