Cinema, Reportagens

Sete documentários imperdíveis do É Tudo Verdade 2021

Change Size Text
Sete documentários imperdíveis do É Tudo Verdade 2021 "Glória à Rainha". É Tudo Verdade/Divulgação

Começa nesta quinta-feira (8/4) a 26ª edição do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, que será realizada até o dia 18 de abril. Por conta da pandemia, o festival neste ano será online e gratuito, com acesso da programação para todo o território nacional.

Considerado um dos mais importantes eventos dedicados ao documentário no mundo, o É Tudo Verdade 2021 conta com 69 títulos de 23 países. A programação em streaming de filmes, master classes e debates estará distribuída pelas plataformas É Tudo Verdade/Looke, Sesc em Casa e Spcine Play, no site do Itaú Cultural, no canal do YouTube do SESC 24 de Maio, no site do É Tudo Verdade e na televisão pelo Canal Brasil.

Os filmes vencedores dos prêmios dos júris nas competições brasileiras e internacionais de longas/médias-metragens e de curtas-metragens estarão automaticamente classificados para apreciação à disputa pelo Oscar do ano que vem. A cerimônia de premiação será realizada às 17h em 18 de abril, no YouTube do É Tudo Verdade.

Mais 13 documentários para ver no É Tudo Verdade

“Colectiv” ganha exibição especial na 26ª edição do É Tudo Verdade

Selecionamos alguns títulos imperdíveis desta edição do É Tudo Verdade. Confira:

Fuga (Flee)

Direção: Jonas Poher Rasmussen

Dinamarca/França/Suécia/Noruega

É Tudo Verdade/Divulgação

Aclamada por público e crítica, a animação Fuga (2021) levou o prêmio de Melhor Documentário no Festival de Sundance deste ano. O longa será o filme de abertura do festival É Tudo Verdade. Amin Nawabi – pseudônimo do personagem principal – é um intelectual altamente graduado de 36 anos que luta com um segredo doloroso que manteve escondido por 20 anos e que ameaça desestabilizar a vida que construiu para si e para o futuro marido. Recontada pelo diretor Jonas Poher Rasmussen, seu amigo próximo, a história extraordinária da viagem feita por Amin na infância, como refugiado afegão, vem à luz pela primeira vez. História de autodescoberta, o desenho animado mostra que só quem confronta o passado pode criar um futuro – e só quem para de fugir de si mesmo descobre o verdadeiro significado de ter um lar.

Glória à Rainha (Glory to the Queen)

Direção: Tatia Skhirtladze

Áustria/Geórgia/Sérvia

É Tudo Verdade/Divulgação

A série O Gambito da Rainha lançou luz na cultura pop contemporânea para a presença das mulheres no mundo majoritariamente masculino do xadrez. Durante a Guerra Fria, quatro enxadristas lendárias da Geórgia revolucionaram o xadrez feminino no mundo inteiro: Nona Gaprindashvili, Nana Alexandria, Maia Chiburdanidze e Nana Ioseliani tornaram-se símbolos soviéticos da emancipação feminina. O filme explora a biografia entrecruzada das quatro mulheres, revisita seu legado e lança um olhar à vida que levam hoje. Materiais raros de arquivos soviéticos expandem a narrativa, revelando um lado curioso da propaganda comunista, que explorava a autêntica paixão popular em várias repúblicas da antiga URSS e países do Leste Europeu pelo xadrez – cujas partidas eram acompanhadas por multidões como se fossem jogos de futebol.

Eu e o Líder da Seita (Aganai / Me and the Cult Leader – A Modern Report on the Banality of Evil)

Direção: Atsushi Sakahara

Japão

É Tudo Verdade/Divulgação

Em 1995, a seita apocalíptica Aum Shinrikyo, de Tóquio, cometeu o maior ato terrorista da história do Japão, matando 13 pessoas e ferindo 6 mil em um ataque com gás sarin em três trens de metrô lotados da cidade. Atsushi Sakahara estava em um dos trens e sofreu danos permanentes em seu sistema nervoso por causa do ataque. Vinte anos depois, ele resolveu confrontar a seita. Depois de um ano negociando os termos do encontro, o diretor viaja com Araki, atual líder do grupo, e os dois têm uma longa conversa sobre liberdade religiosa, terrorismo, o dano causado pela Aum e a chance de confrontar os fantasmas do passado.

Sob Total Controle (Totally Under Control)

Direção: Alex Gibney, Ophelia Harutyunyan e Suzanne Hillinger

EUA

É Tudo Verdade/Divulgação

Um exame aprofundado da forma como o governo Trump respondeu ao surto da Covid-19 nos primeiros meses da pandemia – também os últimos antes da eleição presidencial nos Estados Unidos, em outubro de 2020. Uma investigação a quente de uma história que ainda está sendo escrita: no arco de tempo coberto pelo filme, 7 milhões de americanos haviam contraído o vírus. Desde então, o número de infecções no país subiu para 29 milhões. Interessante notar os paralelos entre erros, negligências e mentiras em relação à pandemia na gestão do presidente norte-americano com ações e declarações sobre o tema no governo do presidente brasileiro Bolsonaro.

Máquina do Desejo – Os 60 Anos do Teatro Oficina

Direção: Lucas Weglinski e Joaquim Castro

Brasil

É Tudo Verdade/Divulgação

Em seis décadas, o Teatro Oficina fez mais do que revolucionar a linguagem teatral no país: a influência estética da companhia de José Celso Martinez Corrêa estende-se do tropicalismo à renovação das linguagens audiovisuais brasileiras a partir dos anos 1960. O filme revisita uma história que envolve personalidades como Caetano Veloso, Glauber Rocha, Lina Bo Bardi, Chico Buarque e Zé do Caixão, aproxima arte cênica, ecologia, arquitetura e sexualidade, misturando arte e vida. O longa, que tem estreia mundial no festival, reúne depoimentos em áudio de artistas de diferentes gerações ilustrados por preciosas e variadas cenas de filmes de arquivo.

Mil Cortes (A Thousand Cuts)

Direção: Ramona S. Diaz

EUA

É Tudo Verdade/Divulgação

Não há nenhum outro cenário em que a erosão mundial da democracia, turbinada pelas mídias sociais e por campanhas de desinformação, nem mesmo no Brasil, seja mais dolorosamente evidente que no regime autoritário do presidente filipino Rodrigo Duterte. A jornalista Maria Ressa, que foi uma importante repórter investigativa da CNN no sudeste asiático, coloca as ferramentas da imprensa livre – e sua própria liberdade – em risco para defender a verdade e a democracia. O filme acompanha a corajosa Maria enquanto o Rappler, site noticioso que ela criou, é ameaçado pelo governo por cobrir a guerra às drogas. É aterrorizante ver como o regime populista de direita de Duterte despreza os direitos humanos e a liberdade de imprensa e expressão em seu país – e reconhecer que os métodos criminosos de sua orquestrada campanha de fake news e difamação encontram ressonância também em seu colega brasileiro Bolsonaro.

Dois Tempos

Direção: Pablo Francischelli

Brasil

É Tudo Verdade/Divulgação

Trinta e cinco anos depois do primeiro encontro que mudaria a vida de ambos, o violonista argentino Lucio Yanel e seu pupilo brasileiro Yamandu Costa se reencontram para refazer em uma viagem os caminhos que levaram o músico hermano originalmente ao interior do Rio Grande do Sul. A bordo de um motorhome, com seus violões e suas memórias, mestre e discípulo cruzam a fronteira do Brasil em direção a Corrientes, terra natal do argentino, refletindo sobre as transformações trazidas pela inexorável passagem do tempo.

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças à sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.