Cultura, Notas

Sedac anuncia liberação de recursos do FAC Patrimonial

Change Size Text
Sedac anuncia liberação de recursos do FAC Patrimonial
A Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) realizou, no fim de março, após a crise desencadeada pela covid-19, o pagamento de mais nove projetos dos 32 municípios que foram contemplados pelo FAC Educação Patrimonial: Roca Sales, Panambi, Canoas, Erechim, Lajeado, Cristal, Seberi, Tavares e São José do Norte. De acordo com a secretária Beatriz Araujo, desde o início do ano, “já foram liberados recursos para projetos de 17 cidades, totalizando R$ 825 mil”. O objetivo do FAC Educação Patrimonial é engajar a sociedade, de forma sistemática, na preservação, reconhecimento e valorização do patrimônio cultural. O edital selecionou projetos desenvolvidos por prefeituras gaúchas que contemplam bens e referências culturais patrimonializados e não patrimonializados, de natureza material ou imaterial. Abarca as formas de expressão; os modos de fazer, criar e viver; as criações artísticas, científicas e tecnológicas; as obras, objetos, monumentos naturais e paisagens, documentos, edificações e demais espaços públicos e privados destinados às manifestações políticas, artísticas e culturais; os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico, paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, científico e ecológico. Na primeira etapa, foram pagos os projetos das prefeituras de Rolante, Campo Bom, Novo Hamburgo, Bom Princípio, Carlos Barbosa, Nova Petrópolis, São Francisco de Paula e Bossoroca. Em abril, será feito o repasse para os seguintes municípios: Gaurama, Santo Antônio da Patrulha, São Leopoldo, Arroio dos Ratos, Sinimbu, Feliz, Butiá, Ijuí, Picada Café, Bento Gonçalves e São Pedro da Serra. Ainda aguardam convênio as prefeituras de Guaíba, São Pedro do Sul e Caxias do Sul. Outra ação que está sendo finalizada é um convênio entre a Sedac e o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) para realização de edital de chamamento a fim de selecionar 30 projetos de oficinas virtuais nas áreas de artes visuais, audiovisual, artes cênicas, artesanato, gastronomia e música. Poderão participar pessoas jurídicas sem fins lucrativos e cada proposta contemplada receberá R$ 5 mil, de um valor total de R$ 155 mil obtidos através de emenda parlamentar do deputado estadual Mateus Wesp.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito