Literatura, Notas

Livro “Vende-se Artista”, de Felipe Caldas, está em pré-venda

Change Size Text
Livro “Vende-se Artista”, de Felipe Caldas, está em pré-venda "Vende-se Artista". Foto: Editora Azulejo/Divulgação

Editora Azulejo Arte Impressa lança o livro intitulado Vende-se Artista, com autoria de Felipe Caldas. A obra reúne nove textos críticos de Felipe, artista e pesquisador sobre temas como a crítica enquanto mercadoria, o papel do artista e suas relações de trabalho, assim como, sua mercantilização no sistema contemporâneo permeado pelo véu de um capitalismo flexível, cognitivo, e da inovação. A publicação é um desdobramento da tese de doutoramento do autor. A pesquisa é parte do projeto Topografia das Sombras: A Economia da Arte em Circuitos Periféricos desenvolvido atualmente na FURG.

O projeto gráfico foi concebido pela artista e editora Amanda Teixeira entre os anos de 2019 e 2020. A apresentação do livro foi escrita por Pedro Cupertino, pesquisador e editor, Bacharel em História da Arte e Mestre em História, teoria e crítica, ambas pela UFRGS. A publicação é uma parceria da Azulejo Arte Impressa com o autor, e é o primeiro lançamento teórico, assim, abrindo caminhos para um novo braço editorial da editora.

Sobre o autor

Felipe Bernardes Caldas – (Porto Alegre, 1986) Artista e professor na Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Doutor em Artes Visuais pelo PPGAV-UFRGS, com ênfase em História, Teoria e Crítica da Arte. Dedica-se em âmbito acadêmico a refletir sobre as relações de trabalho e mercadológicas no campo da arte brasileiro. 

Sobre a editora

A editora de livros de artistas Azulejo Arte Impressa foi criada em 2015 por Amanda Teixeira e Pedro Cupertino. Foram dezenove livros lançados desde então, entre propostas dos editores e parcerias com artistas locais. Cada livro é de um artista e com uma proposta diferente, pensados como uma obra de arte autônoma. Sem sede própria, a Azulejo se materializa nas feiras de artes gráficas e livrarias e instituições parceiras.

Seus livros já participaram de várias exposições, Livres et revues d’artistes: une perspective brésilienne, na França, com curadoria de Paulo Silveira e Laurence Corbel, Artists’ Books for Everything no Museu Weserburg, Zentrum für Künstlerpublikationenem Bremen, na Alemanha e Fotos contam Fatos na Galeria Vermelho (SP), com curadoria de Denise Gadelha, e também estão em acervos importantes como da UFMG, UFRGS, SESC Pompéia (SP), e Cabinet de livre d’artist, na Universidade de Rennes 2, na França. Recebeu em 2015 dois prêmios no Açorianos de Artes Plásticas, na categoria de Projeto Alternativo em Artes e Incentivo à Produção.

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.