Música, Notas

Rodrigo Santos lança o álbum “Livre”

Change Size Text
Rodrigo Santos lança o álbum “Livre” Foto: Andrea Tenorio/Divulgação

Chegou nesta sexta (28/8), o novo álbum Livre do baixista, cantor e compositor Rodrigo Santos. Esse é seu 11º trabalho solo, composto e gravado entre abril e agosto, durante a quarentena.

São 36 anos de rock n’roll, sendo 26 como baixista no grupo Barão Vermelho. Rodrigo é uma alma inquieta. A ideia era não lançar mais nenhum disco esse ano ( no início de abril saiu o projeto Cazuza em Bossa com Leila Pinheiro e Roberto Menescal), além do single Heróis de Carne, em homenagem aos profissionais da saúde na linha de frente da Covid-19, parceria com seu médico e amigo pessoal Gustavo Gouvêa – que assina junto com Marcelo Portella a capa do disco (uma releitura da icônica cena de Beleza America).

Acostumado a fazer uma média de 20 shows por mês, Rodrigo compôs muito nesse período de reclusão. “A ideia do álbum surgiu da necessidade criativa de sobrevivência, para manter a sanidade mental num momento tão difícil que o planeta e nós estamos passando”, comenta.

São 12 músicas inéditas, sendo duas canções compostas por ele e 10 parcerias. A faixa Quem sabe mais é uma homenagem tanto ao amigo e jornalista Rodrigo Rodrigues, falecido em julho, quanto aos familiares e vítimas da Covid-19. “A canção surgiu nesse momento de dor e como pessoas boas acabam partindo de repente”, desabafa.

Publicidade
Publicidade

A faixa Um novo olhar conta com a participação na guitarra do seu filho Léo Lattavo. A letra fala de mudança, que iremos sair dessa com um novo olhar sobre o mundo. “Somos mais do que números…Não somos cardumes, mudaremos os costumes”.

As letras do álbum falam também de liberdade, esperança, como na canção Livre, “Livre é quem não se cala, é quem hoje diz não pra depois poder escolher o sim”, assim como em  Arca de Noé 2020, “Todos querem ser livres em harmonia e num mundo melhor.” “É um disco que registra uma fase que não pode ser esquecida, com um novo olhar sobre o mundo, a ciência e a saúde. Me senti na obrigação de continuar a fomentar cultura”, diz Rodrigo.

Um mini estúdio foi montado em casa, onde gravou as vozes, backing vocals, violões de 12 cordas e os baixos do álbum. Houve um encontro virtual com os músicos, que possibilitou gravações em estúdios espalhados pelo Brasil e exterior; desde Venice, Califórnia passando por Pelotas (RS), Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.As fotos de divulgação foram feitas ao ar livre na Lagoa Rodrigo de Freitas, local onde Rodrigo pedalava e começou o processo de composição do álbum.

Escute Livre aqui.

Confira o clipe de Arca de Noé 2020 aqui.

Capa. Foto: Divulgação

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.