Notas

A Cura – 1ª Mostra de Artes Cênicas Negras de Porto Alegre

Change Size Text
A Cura – 1ª Mostra de Artes Cênicas Negras de Porto Alegre Espetáculo "Feminino Sagrado" do Afro-Sul é uma das atrações da mostra. Foto: Bruno Gomes/Divulgação

Idealizada pelos artistas Silvia Duarte e Thiago Pirajira, a CURA – 1ª Mostra de Artes Cênicas Negras de Porto Alegre oferecerá ao público um panorama das artes cênicas local.

A iniciativa irá ocorrer de 2 a 7 de dezembro e dará acesso gratuito a toda à programação, composta por espetáculos de teatro, dança, música e performances interativas em plataformas de videoconferência, apresentando um espectro diverso e plural de artistas que produzem sob as mais variadas linguagens e estéticas.

A realização é da Coordenação de Artes Cênicas da Secretaria Municipal da Cultura. O lançamento, no dia 18 de novembro, será marcado pela apresentação das redes sociais do projeto.

— A cura que pensamos tem a ver com os movimentos necessários para a evolução. Para a cura de uma ferida é necessário estancar o que consome a carne, cessar a dor e sua causa. Após, é necessário limpar, lavar e tratar com os unguentos, ervas, magias, feitiçarias: tecnologias ancestrais de cuidado e continuidade. Diante da cura o corpo fraturado se levanta e reconstitui sua dignidade no presente para a criação do futuro — afirma o Manifesto da Mostra.

— Como diretor do Porto Alegre em Cena percebo a necessidade e, ao mesmo tempo, a impossibilidade de um único festival abranger com profundidade tantas questões urgentes, tantas vozes brilhantes, tantos pensamentos contemporâneos. Foi daí que surgiu a vontade de criar, em Porto Alegre, pela Secretaria Municipal da Cultura, um festival da cidade que reunisse uma programação que pudesse mostrar melhor a potência e a subjetividade de artistas negra/os brasileira/os — justifica o coordenador de Artes Cênicas da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Fernando Zugno.

mostra apresenta em sua primeira edição as produções de artistas da cidade e de outros territórios do Brasil, marcando a presença e a potência nas Artes Cênicas da atualidade. Produções de artistas que discutem temas ligados às questões e desejos individuais ao mesmo tempo em que tocam e aprofundam questões de ordem coletiva, como a luta antirracista, o racismo, a fabulação de futuros positivos e a celebração da vida.

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito