Música | Notas

Cardamomo lança financiamento coletivo para novo álbum e apresenta single “Sem Chão”

Change Size Text
Cardamomo lança financiamento coletivo para novo álbum e apresenta single “Sem Chão” Foto: Frances Rocha

 A Cardamomo lançou um financiamento coletivo para financiar a gravação, produção e divulgação do seu segundo disco de estúdio, ainda sem nome, mas previsto para o segundo semestre de 2022. Enquanto o financiamento coletivo está ativo no Apoia.se, a banda aproveita para trazer ao mundo seu mais novo single, Sem Chão

A faixa é uma pequena amostra do que vem aí no álbum que será custeado pelos fãs, e representa uma virada de página na carreira da Cardamomo. A faixa contou com a produção do OCorre Lab, e continua a tradição de sons psicodélicos, imersivos e caóticos presente em toda a discografia do trio, dessa vez mostrando sua versatilidade ao flertar com o emo no trecho final.

“A música mantém as características do nosso som – as linhas melódicas, o peso, a alternância de dinâmicas e os elementos de surpresa – e acredito que apresenta também um amadurecimento da Cardamomo, fruto de 3 anos de banda, o que vai ser percebido no nosso segundo álbum”, aponta o guitarrista Marcelo Henkin. A faixa estará disponível em todas as plataformas de streaming a partir do dia 26 de novembro.

Sem Chão ganhou ainda um videoclipe que cria paralelos entre o instrumental pesado de Marcelo Henkin (guitarra), Guilherme Boll (bateria) e Johnny Oliveira (baixo) com a narrativa de um videogame distópico. A produção do videoclipe foi realizada por Fabio Spolti, que explorou animação 3D para transmitir de forma abstrata elementos do conceito que o trio propõe para o disco e que serão apresentados ao longo do projeto. “Nossas músicas geralmente alternam entre extremos. O dia a dia de cada um de nós é repleto de contrastes – de emoções, vontades, pensamentos, ações. Enquanto banda instrumental, pretendemos explorar na estética das músicas, vídeos e demais materiais um pouco dessa percepção acerca da dualidade”, afirma o baixista Johnny Oliveira.

PUBLICIDADE