Cinema | Notas

CineBancários retoma programação em 18 de julho com três estreias

Change Size Text
CineBancários retoma programação em 18 de julho com três estreias Cartaz de "Lo Que Que En El Camino"/Divulgação
Após dois meses fechado, o CineBancários se prepara para reabrir suas portas. No dia 18 de julho, um dos cinemas com ingressos mais acessíveis de Porto Alegre volta a apresentar o que há de melhor de filmes nacionais e latino-americanos. As sessões acontecem às 15h, 17h e 19h, de terça a domingo. Embora não tenha sido diretamente atingido pelas águas que tomaram boa parte do Centro da capital, o CineBancários ficou sem água e luz por semanas e teve funcionários afetados e sem possibilidade de deslocamento. Além disso, de maio a junho, o Sindicato serviu como ponto solidário para auxiliar as inúmeras pessoas e comunidades atingidas. Na entrada do cinema, foi instalado um centro de coleta de doações, e nos fundos do Sindicato, uma cozinha solidária. Publicidade Agora, com o retorno do funcionamento normal da Casa dos Bancários, o CineBancários aguarda ansioso seu público para momentos memoráveis de celebração da nossa produção audiovisual. Os ingressos custam R$ 12 na bilheteria; idosos, estudantes, bancários, jornalistas sindicalizados, portadores de ID Jovem e pessoas com deficiência pagam R$ 6. São aceitos cartões nas bandeiras Banricompras, Visa, MasterCard e Elo. Nas quintas-feiras, todos pagam meia-entrada. Programação Longa-metragem vencedor do festival Olhar de Cinema, Greice (2024) estreia na sessão das 19h. Dirigido pelo cearense Leonardo Mouramateus, o filme foi rodado em locações de Fortaleza e Lisboa e teve sua estreia mundial no 53º Festival Internacional de Cinema de Roterdã, onde foi sucesso de crítica e público. Com um tom de humor que o faz parecer em alguns momentos com uma chanchada contemporânea, a narrativa acompanha Greice (Amandyra), uma estudante de Belas-Artes brasileira que vive em Lisboa. Após se envolver em um acidente na universidade e receber uma suspensão por tempo indeterminado, Greice volta sorrateiramente para Fortaleza, sua cidade natal, para regularizar seus documentos. Escondida em um quarto de hotel, a jovem tem como artifícios poderosos seu carisma e sua lábia. O elenco principal inclui Mauro Soares, Dipas e Luara Raio, além da participação especial de Isabél Zuaa, Luciana Souza e Faela Maya. O documentário Toda Noite Estarei Lá, de Suellen Vasconcelos e Tati Franklin, acompanha a jornada de Mel Rosário, de 58 anos, que após sofrer uma agressão transfóbica, todas as noites se põe diante da igreja neopentecostal que a impede de frequentar. O documentário, produção da Graúna Digital em associação com Filmes Fritos, distribuído pela Descoloniza Filmes, será exibido no CineBancários na sessão das 17h. Cartaz de “Toda Noite Estarei Lá” Apesar da história de Mel ser única para as cineastas, representa os dilemas que nossa sociedade vive. Acompanhando sua trajetória a gente vê um rastro do ultra conservadorismo e da violência contra uma determinada população. “A Mel é uma travesti defensora dos direitos humanos. Ela enfrenta todos os dias uma sociedade que oprime e desumaniza pessoas LGBTQIAP+. A gente costuma dizer que a Mel é uma outsider tanto no contexto da igreja e da religião com a qual ela se identifica, porque essa igreja não acolhe pessoas como ela, quanto no contexto progressista, […]

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Publicidade
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?