Artes Visuais, Notas

Coleção farroupilha chega ao Museu de Piratini

Change Size Text
Coleção farroupilha chega ao Museu de Piratini Foto: Rafael Varela/Divulgação

Uma viagem de cerca de quatro horas é o que separa a coleção TcheVoni Farrapo de sua nova casa, o Museu Histórico Farroupilha (MHF), instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac).

O conjunto de quase mil peças, que resgata fragmentos históricos da Revolução Farroupilha (1835-1845), viajará na segunda (19/4) até a cidade de Piratini, onde fica o museu. O veículo que transportará o acervo sairá do Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), em Porto Alegre, onde está localizada a Sedac, às 9h, para percorrer os quase 350 quilômetros de estrada até o Museu.

Reunido por Volnir Júnior dos Santos, conhecido nas redes sociais como TcheVoni, gaúcho residente em Natal, capital do Rio Grande do Norte, o acervo é fruto de mais de 20 anos de colecionismo e do amor de seu criador pela história do RS. O resultado é uma rica coleção de livros e objetos históricos como espadas, balas de canhão, documentos, moedas e itens comemorativos do período Farroupilha.

Em 2019, Volnir procurou o MHF para manifestar o desejo de doar as peças à instituição. Em outubro daquele ano, a secretária da Cultura, Beatriz Araujo, e a diretora do Museu Farroupilha, Francieli Domingues, viajaram a Natal para tornar esse desejo uma realidade.

A coleção está acondicionada em 30 caixas, que serão transportadas com acompanhamento de uma escolta da Brigada Militar.

Foto: Solange Brum/Divulgação
Foto: Rafael Varela/Divulgação
RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.