Música, Notas

Delia Fischer lança o álbum “Hoje”

Change Size Text
Delia Fischer lança o álbum “Hoje” Capa de "Hoje". Design de Moira Osorio e foto de Nando Chagas/Divulgação

Hoje, novo álbum da cantora, compositora e pianista Delia Fischer chega às plataformas de streaming. Responsável pela direção musical de vários musicais premiados, como Elis – A Musical, Milton Nascimento – Nada Será Como Antes e Chacrinha – O Musical, Delia surge como intérprete de canções de outros compositores no novo álbum, em um panorama afetivo do imaginário musical e poético construído ao longo de 2020.

Produzido por Delia Fischer e Matias Correa (contrabaixista e cantor), responsável ainda pelas gravações e mixagens, o álbum foi ganhando corpo ao longo de mais de 30 lives que a artista transmitiu da sala de sua casa, ao piano, via YouTube e Facebook, durante a pandemia. A interação com o público a fez revisitar canções que agora surgem ressignificadas no novo álbum: temas icônicos que parecem ter sido compostos nos dias de hoje, em arranjos que privilegiam o piano e a voz de Delia Fischer.

Das nove canções de Hoje, duas são autorais: Tempo de Amar (com letra Ronaldo Bastos e poema de Carlos Drummond de Andrade), escrita originalmente para a voz de Milton Nascimento e tema da novela homônima da TV Globo, e Blues de Acabar, que fecha o álbum, parceria com Márcio Moreira de 2020. A gravação conta com a participação especial de Ney Matogrosso. “A voz do Ney tem tudo a ver com o caminho musical da melodia. Ele tem essa carga emocional, como grande intérprete que é”, pontua Delia.

Os versos de Guilherme Arantes para Meu Mundo e Nada Mais ganham ainda mais força nos tempos que vivemos. A faixa tem participação de Matias Correa nos vocais e contrabaixo. Hoje, canção de Taiguara lançada em 1969, estava na memória de Delia de forma difusa. Durante uma live, um fã pediu que ela a tocasse em homenagem aos 75 anos que o compositor completaria. “Quando fui prepará-la para a live seguinte, fiquei chocada com a beleza da melodia e a atualidade da letra”. Além de dar título ao álbum, a canção resume o conceito poético e musical do novo álbum e terá um videoclipe dirigido por Nando Chagas.

Lançada no LP de estreia de Beto Guedes, de 1977, A Página do Relâmpago Elétrico (Beto Guedes e Ronaldo Bastos) marcou a adolescência de Delia Fischer e apresentou-lhe os músicos do Clube da Esquina, com os quais viria a trabalhar mais tarde. 

O Amor é o Meu País (Ivan Lins e Ronaldo Monteiro de Souza) foi o primeiro single do álbum, lançado em janeiro de 2021. Completam o álbum duas canções em inglês que dialogam perfeitamente com a proposta do álbum: In My Life (Lennon e McCartney) e Jóga, da cantora e compositora islandesa Björk, uma das grandes influências da artista. In My Life ganhou nova versão com a contribuição de Matias Correa no contrabaixo.

Capa de “Hoje”. Design de Moira Osorio e foto de Nando Chagas/Divulgação

Escute o single Hoje aqui.

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito