Beneficente | Infantil | Literatura | Notas

Livro infantil “Os Quatro Besourinhos de Piscinópolis” terá valor total das vendas revertido em doações

Change Size Text
Livro infantil “Os Quatro Besourinhos de Piscinópolis” terá valor total das vendas revertido em doações Ilustração: Jonathas Martins

Quando o grupo Beatles em Concerto lançou em abril deste ano o livro infantil Os Quatro Besourinhos de Piscinópolis mal se podia imaginar que a narrativa criada pela escritora Paula Taitelbaum, inspirada em um bairro alagadiço, se tornaria a realidade de tantas pessoas no Rio Grande do Sul com a maior tragédia climática já enfrentada pelo Brasil.

A publicação pode ser adquirida pela livraria virtual Quatorze VinteUm, com valor de R$ 60, e também estará disponível neste fim de semana na banca da editora Palavra Bordada, na Feira do Livro Reconstrói RS, que acontece de sexta a domingo (14, 15 e 16 de junho), das 11h às 20h, com entrada franca, no Instituto Ling.

Publicidade

Desde o mês de maio, o livro passou a ter 100% do valor de suas vendas revertido em doações para o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas de Porto Alegre. A iniciativa do conjunto Beatles em Concerto tem o objetivo de ajudar quem está prestando atendimento às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, apoiando a instituição e seus colaboradores com verba para melhorar o atendimento a crianças, adolescentes e gestantes.

A história da obra se passa em Piscinópolis, uma cidade onde as poças parecem piscinas e que, quando chove, a água entra nas casas levando lama e a maior sujeira. E é nesse município que moram os personagens principais – Joana, Paulo, Georgia e Rinco – cada um deles inspirado em um Beatle. 

Os Quatro Besourinhos de Piscinópolis é totalmente rimada, que ainda conta com as ilustrações de Jonathas Martins, mostra como a chuva impacta diretamente a vida das crianças: com as águas, elas ficam sem acesso à escola, à merenda e às aulas. Para mudar a sua realidade, os quatro amigos e colegas empenham-se em criar um concerto para angariar fundos e arrumar a cidade em que vivem.

;
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?