Literatura, Notas

Luís Augusto Fischer lança livro que propõe nova forma de contar a história da literatura no Brasil

Change Size Text
Luís Augusto Fischer lança livro que propõe nova forma de contar a história da literatura no Brasil Foto: Tom Silveira/Divulgação

Com um repertório de quarenta anos dedicados a pesquisar, escrever e ensinar sobre história da literatura, Luís Augusto Fischer lança seu novo livro, Duas Formações, uma História – Das Ideias Fora do Lugar ao Perspectivismo Ameríndio. Na obra, o autor apresenta um novo jeito de pensar e de contar a história da literatura brasileira, propondo um olhar que a situe não enquanto área isolada, mas em pleno diálogo com a história social do país. O lançamento chega às livrarias no dia 16 de agosto.

Duas Formações, uma História é resultado da pesquisa de pós-doutorado de Fischer, realizada na Université Sorbonne Nouvelle – Paris 3, na França. Ao longo das páginas, o autor reflete sobre os múltiplos elementos que atravessam o percurso literário do Brasil, desde nosso passado colonial até dilemas contemporâneos, como o livro digital, as redes sociais e o apego às metrópoles. Destaca, ainda, a importância da canção, da voz dos povos indígenas e do movimento feminista como fenômenos sociais e históricos que devem ser levados em conta nessa narrativa.

Muito mais do que fazer uma retrospectiva de obras e autores que marcaram a literatura brasileira, o autor se debruça sobre a forma como a trajetória literária do país tem sido pensada e contada. Passando por várias gerações de historiadores e por referências centrais como Antonio Candido, Roberto Schwarz e Alfredo Bosi, autores minuciosamente discutidos no estudo, Fischer destaca as virtudes e limitações que percebe nos modelos analíticos estabelecidos e indica possíveis aproximações e caminhos para avançar. Evoca pensadores como Franco Moretti, Ángel Rama, José H. Dacanal, Mikhail Bakhtin e Stephen Jay Gould, trazendo suas ideias para o âmbito do debate. Propõe incorporar cenários, relações sociais e literaturas antes pouco lembradas, como os do sertão.

Capa de “Duas Formações, uma História”/Divulgação

Abraçando a complexidade de seu objetivo – propor uma forma diferente de contar a história da literatura brasileira -, Fischer traça um panorama abrangente do caminho traçado até aqui e deixa suas reflexões como rica contribuição para a construção conjunta dessa narrativa. “Este livro é uma resposta positiva. Crítica e complexa, empenhada e cautelosa, mas positiva. Não é uma nova história da literatura, não é um relato organizado; é uma reflexão sobre as condições para que uma nova história da literatura brasileira seja escrita”, afirma.

Serviço

Duas formações, uma História – Das Ideias Fora do Lugar ao Perspectivismo Ameríndio
Luís Augusto Fischer
Arquipélago Editorial, 400 páginas
Preço: R$ 79,90
Onde comprar: Nas livrarias a partir de 16 de agosto.

RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!