Cinema, Notas

Mostra Tiradentes reforça a diversidade e a invenção da produção audiovisual brasileira

Change Size Text
Mostra Tiradentes reforça a diversidade e a invenção da produção audiovisual brasileira "Todas as Melodias". Foto: Daryan Dorneles/Divulgação

O público poderá conhecer a atual produção audiovisual brasileira de onde ele estiver – esta é vantagem da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes, que acontece de 22 a 30 de janeiro, em formato online.

Uma seleção de 114 filmes (entre longas e curtas-metragens), de 19 estados brasileiros, reúne o que há de mais recente na cinematografia brasileira contemporânea apresentando a diversidade e a pujança criativa do setor, mesmo em cenário adverso de pandemia e de dificuldades financeiras para os profissionais da área nos últimos dois anos.

A coordenação curatorial do evento é assinada pelo crítico Francis Vogner dos Reis, que também assina com a pesquisadora Lila Foster a seleção de longas-metragens. A seleção de curtas-metragens foi feita por Camila Vieira, Tatiana Carvalho Costa e Felipe André Silva.

Os filmes estarão distribuídos nas seguintes mostras: Aurora, Olhos Livres, Temática, Homenagem, Foco, Panorama, Foco Minas, Praça, Formação, Sessão da Meia-noite, Jovem e Mostrinha. Vários deles vão contar com debates ao longo do evento, nos Encontros com os Filmes, com a presença de diretores, equipes de produção e críticos convidados.

A abertura do evento acontece no dia 22 de janeiro, com o filme inédito e em finalização Ostinato, dirigido pela homenageada desse ano, Paula Gaitán. O encerramento, no dia 30 de janeiro, tem a pré-estreia de Valentina (MG), de Cássio Pereira dos Santos.

“O Cemitério das Almas Perdidas”. Foto: Tiago Ferri/Divulgação
RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.